domingo, 2 de novembro de 2008

O Elvas 4 - 1 Futebol Benfica

E finalmente regressámos às vitórias, não estava fácil, mas na tarde deste domingo a equipa d'O Elvas conseguiu uma vitória merecida por uns números que não deixarão dúvidas sobre o que se passou no relvado.

Na primeira parte o jogo esteve algo morno, com as equipas a apostarem pouco no ataque e não criando situações eminentes de golo, com excepção de duas jogadas criadas pelo Futebol Benfica com um remate por cima da baliza e uma defesa de João Godinho, e uma jogada d'O Elvas já em cima do intervalo, com um remate para golo de Toni Vidigal a ser rejeitado por instinto pelo guarda-redes do Futebol Benfica, que efectuou uma defesa com a cara.

Na segunda-parte tudo iria ser diferente, O Elvas a colocar em campo Lourinho e a notar-se desde logo a diferença na velocidade imprimida no ataque, com a equipa da casa a desequilibrar o marcador logo aos 2 minutos, com Toni Vidigal a corresponder da melhor forma a um livre cobrado por Glaedson.

O Elvas continuaria com o seu futebol de teor mais ofensivo, e depois de uma jogada onde já tinham ficado algumas dúvidas acerca de se teria havido ou não falta sobre Mauro passível de grande penalidade, seria Toni Vidigal que aos 62 minutos iria sofrer uma falta dentro da área de rigor, permitindo que no respectivo pontapé da marca de penalti Mauro dilatasse o marcador para 2-0.

Aos 78 minutos seria a vez de Lourinho, que após uma boa jogada recebeu uma bola dentro da área e colocou o 3-0 no placard, para 2 minutos volvidos o mesmo Lourinho efectuar um bom cruzamento que foi correspondido da melhor forma por Mauro para subir o 4-0 ao marcador.

O Futebol Benfica que com o resultado em 2-0 tinha tido hipóteses de reduzir o marcador e assim dar alguma emoção aos minutos finais, iria marcar o seu golo de honra através de Adolfo aos 82 minutos, numa jogada em que a defensiva d'O Elvas concedeu algumas facilidades.

Em resumo, uma boa atitude da equipa d'O Elvas, com duas partes distintas, uma primeira parte com falta de ideias na qual a equipa pareceu pouco presa, e uma segunda parte na qual a entrada de Lourinho se mostrou determinante para o desequilíbrio que se verificou no final da partida.

De salientar que a equipa neste jogo foi orientada pelo técnico João Pedro Ruas, que nesta fugaz passagem pelo banco d'O Elvas no papel de treinador principal ( no próximo jogo já será Paulinho a dirigir a equipa) conseguiu levar a equipa a um excelente resultado, frente a um adversário que apenas tinha uma derrota no campeonato.

Dentro de 15 dias veremos se O Elvas consegue dar sequência a esta recuperação ( no próximo fim-de-semana iremos ter os jogos da Taça de Portugal), quando se deslocar à Madeira ao campo do 1º classificado, o Camacha.

9 comentários:

scottish disse...

Surtiu efeito a chicotada psicológica e a Tribo apoiou incondicionalmente o técnico João Pedro Ruas. Paulinho já está em Elvas, mas quem dirigiu a equipa foi o Profe. Está de parabéns!
Mais uma vez a tradição cumpriu-se, ou seja almoçarada da Tribo com bagacinho, deu em vitória do Colosso!
Primeira parte sem muito futebol. Na segunda o Colosso apresentou-se diferente, e a entrada do Lourinho revolucionou a equipa, embalando-a para uma vitória que não merece qualquer contestação.
Esperemos que seja o arrancar definitivo para os bons resultados, que coloquem o nosso "O Elvas" no lugar que merece.
Vamos ter de falar com o Toni, pois parece que está chateado com a Tribo. Só no final do jogo é que nos cumprimentou. Apoiamos o Toni como apoiamos qualquer outro jogador que vista de azul-e-ouro.
Grande abraço à Tribo

dj_fly disse...

Sem querer desestabilizar o nosso Elvinhas, e sem por em causa o trabalho realizado pelo mister Roquete, o que o prof.Ruas conseguiu esta semana, e o que o mister Paulinho irá aportar a este conjunto, o certo é que este resultado soa a fabuloso.

É certo que não estive no Municipal nem consegui ouvir o jogo pela net, mas só por si, este resultado é motivador q.b. para se poder dar um pontapé na crise. O que lamento (tal como algumas opiniões semelhantes à minha), é que não se dêm mais oportunidades às gentes da terra, que até mostram trabalho, orgulho e amor à camisola. Mas lá está, isso são contas de outro rosário.

Que este seja o reerguer do Colosso, e que consigamos recuperar o tempo e os pontos perdidos.

Força O Elvas CAD, e um abraço aos Tribalistas!

Elvascidade disse...

Estamos no bom caminho, finalmente!

Pedrofigo disse...

Fiquei com a ideia que, finalmente a equipa conseguiu colocar em campo a qualidade que trazia da época passada. Sauda-se o regresso de Glaedson a titular ( um jogador naqueles dá mais jeito em campo que no banco), e apenas fiquei com a dúvida do porque de Lourinho não actuar mais minutos, se será por motivos tácticos se por motivos físicos.
Esperemos então para ver as cenas dos próximos episódios.
Saudações tribalistas

Anónimo disse...

como é possivel de uma semana para outra a atitude da equipa mudar tanto?
Era o treinador o culpado?
Para mim o mal está em certos jogadores,que escudados em alguma qualidade "minam" balneários,e depois a corda parte pela parte mais fraca.
Na época passada o (SR.)? Paulinho encostou quase sempre o Lourinho não vi ninguém fazer birras nem ofender treinadores,desta vez foi com o Glaedson que independentemente da sua qualidade futebolistica fica a dever muito a um verdadeiro profissional.
Vamos ver quando o Paulinho o sentar no banco se também o vai ofender,duvido muito ,são da mesma sepa e é capaz de levar o troco.
O futebol não é para pessoas honestas e bons profissionais ,estou a falar tambem de quem o dirige (O ELVAS),por isso foi com muita pena que vi o sr.Roquete abalar.

Presi disse...

Apesar de o Mister Roquete ter inventado muito, o Sr. anonimo é capaz de ter alguma razão...

Agora a parte da honestidade dos dirigentes de o Elvas é um bocado forte...Não acha?

Abraço Tribalistas

Anónimo disse...

Falo em honestidade como dirigentes,como é que se pode ir buscar o mesmo treinador pela 3ª vez sem nada o justificar,e não me falem em resultados porque então ai ainda é pior ,um treinador que chega a Elvas encontra um clube só com vitórias,uma equipa formada e a jogar bom futebol e falha a subida...

Presi disse...

OK. A opção paulinho foi a menos arriscada, mas sem logica, isto é menos arriscada pq conhece os jogadores e estes a ele, sem logica pelo que você disse, então não presta e agora vão busca-lo outra vez...! Santa ignorancia...

Abraço

Francamente disse...

Caro senhor anónimo do dia 05, às 12.34h, desculpe a pergunta? Mas cheira-me que o senhor vive no balneário? Então conte mais coisas, a gente agradece. Jogadores com garra de vencer temos, agora é preciso é aplicá-los e não os deixar no banco, certo? O seu comentário cheira-me a pessoa ressabiada sabia? Concordo que o Lourinho é muito bom e só tem que jogar. Agora fale-me da falta de profissionalismo do jogador Glaedson. Estou muito curioso... Realmente curioso sabe porquê? Porque é dos poucos jogadores que é profissional e isso vê-se quando entra em campo não acha?
Outra pergunta:
Porque é que não abalou com o Sr. Roquete? Já que gosta tanto dele e percebe tanto de futebol como ele. Sinceramente!!!