quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Santa Eulália é o nono clube da Segunda Fase

A Juventude Desportiva de Santa Eulália ao ter goleado o Degoladense por 8-1 tornou-se oficialmente o nono clube que irá disputar a segunda fase do Campeonato Regional.
Beneficiou da derrota caseira da Esperança por 0-3 com o Arronches e Benfica, resultado surpreendente mas que para o emblema do concelho de Elvas soube muito bem.

Parabéns à Juventude de Santa Eulália, que irá fechar a primeira fase com a recepção ao nosso Elvinhas. No próximo Domingo às 15 horas, vamos ter mais um derby do nosso concelho, e se o resultado em nada irá alterar a classificação, será mais um sério teste para os comandados de Elói Silva.

Vamos ver até que ponto a equipa aproveitou a folga do Campeonato e está a preparar o iminente início da segunda fase. Por esse motivo há aliciantes mais que suficientes para fazermos uma visita à aldeia de Santa Eulália, e vermos em directo se melhorámos a qualidade de jogo.

Esperemos que sim!

Um abraço do tamanho do Mundo a todos os Tribalistas

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Sorteio da 2ªFase dita arranque com Gafetense

Realizou-se ontem à tarde na sede da Associação de Futebol de Portalegre, o sorteio da segunda fase do Distrital de Seniores. Apesar de faltarem duas jornadas para terminar a primeira fase, está praticamente tudo definido, faltando apenas apurar se será a Juventude de Santa Eulália ou o Esperança a acompanhar os restantes 8 clubes.

Ditou o sorteio que no primeiro fim-de-semana de Janeiro, "O Elvas" irá começar no Campo Patalino defrontando o Gafetense. Esta será a fase do tudo ou nada para o nosso Colosso, será neste Campeonato que iremos ver qual o real valor do plantel às ordens de Elói Silva.
Esperamos como é óbvio chegar ao fim na liderança, mas para isso há muito trabalho pela frente, quer pelos jogadores, quer pela equipa técnica, quer pelos dirigentes, que tudo devem fazer para elevar o nosso emblema.

A sequência de jogos será a seguinte na 1ª Volta:

"O Elvas" - Gafetense
Castelo de Vide - "O Elvas"
"O Elvas" - Fronteirense
Monfortense - "O Elvas"
"O Elvas" - Estrela de Portelegre
Crato - "O Elvas"
"O Elvas" - Campomaiorense
Santa Eulália/Esperança - "O Elvas"
FOLGA

A Tribo Azul e Ouro irá como sempre apoiar incondicionalmente a nossa equipa. Desejamos toda a sorte do Mundo a todos para que o objectivo se conquiste, e cantemos no fim "Campeões, Campeões"

Um abraço do tamanho do Mundo a todos os Tribalistas

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Escolinhas C de "O Elvas"

Bem, à falta de Campeonato Distrital de seniores ( disputou-se no passado fim-de-semana jornada da Taça e a equipa raiana estava isenta), vamos hoje dar uma salto até ao escalão mais jovem d'O Elvas que se encontra a disputar os campeonatos distritais, os jogadores das Escolas C (futebol 7).

A equipa é composta de jogadores com 8/9 anos, e encontra-se actualmente a disputar um campeonato no qual grande parte das equipas tem jogadores de faixas etárias acima (10/11 anos) o que faz com que se note a diferença no porte físico.

Actualmente ocupam a 5ª posição da sua série, com 4 pontos em 3 jogos, e irão este fim-de-semana disputar mais uma partida, frente ao actual líder o "GMAD Casa Branca", pelas 10h30m no Campo Municipal de Atletismo em Elvas.



Em cima (Esquerda para a direita):

André Gervásio - Francisco Dores - Dinis Sequeira - Pedro Curião - Pedro Cardoso - Rui Monteiro

Em Baixo (Esquerda para a direita):

Miguel Barradas - Sérgio Muacho - Francisco Campos - Miguel Raposo - Luís Miranda - João Mocinha

Por isso já sabem, se quiserem dar um salto no sábado de manhã até ao Municipal de Atletismo, podem ir dar o vosso apoio aos futuros atletas d'O Elvas.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Mau, mau, mau...

“O Elvas” foi goleado por 0-3 no Campo Patalino pelo Campomaiorense, e perde qualquer esperança de alcançar o topo da classificação da Série A da primeira fase do Distrital. Não que isso seja importante, pois todos os apurados para a segunda fase, que dará acesso à subida de divisão, partem com zero pontos, mas seria mais motivante quer para a equipa, quer para os adeptos.

Ontem fomos vergados a uma derrota das que doem, perante um adversário que também é candidato, mas que ainda não o assume de uma forma clara. O Campomaiorense foi uma equipa calculista, bem estruturada no campo, e muito eficaz na concretização das oportunidades que dispôs ao longo do jogo. Mereceu a vitória sem dúvida, mas o resultado é exagerado face ao que se passou no jogo. O técnico dos “galgos” montou uma estratégia de “asfixiar” o meio-campo azul-e-ouro, tratando de recuperar a posse de bola e encetar o rápido contra-ataque como arma principal. Surpreendeu ao colocar apenas um avançado, apoiado por dois jogadores rápidos de meio-campo, que baralhou a defesa da casa.

A equipa de Elói Silva teve muitas oportunidades de golo, mais do de o Campomaiorense, mas os nossos avançados foram totalmente perdulários, ineficazes para desfeitear o guardião dos “galgos”. A acrescentar a isto a nulidade defensiva, bem patente neste jogo, e que em anteriores jogos já se previa que isto poderia acontecer. Faltas de marcação, desconcentração total, desentendimento no sector mais recuado da equipa, e por trás um guarda-redes que não oferece garantias a ninguém.

Mais uma vez João Cristo voltou a falhar calamitosamente frente a um adversário de maior estatuto, em especial no lance do terceiro golo campomaiorense. Um “frango” monumental, em que depois de não segurar a bola, poderia pelo menos ter-se feito ao lance. Em vez disso reagiu de forma negativa às críticas lançadas pela Tribo, com um “se fazes melhor vem para aqui”. Mau demais para ser verdade, pois a seguir ouviu muitas verdades, já que esta claque sempre o apoiou, e ele sabe-o, e temos direito a reclamar quando acontecem este tipo de coisas. Pagamos os nossos bilhetes e as nossas quotas, ajudamos o clube no que podemos e tratamos de apoiar todos os que vestem esta camisola, mas há momentos em que qualquer um explode, e neste caso com razão.

O técnico d’”O Elvas” também falhou na composição do “onze” inicial, colocando em campo dois jogadores com clara falta de capacidade física e ritmo de jogo, acabados de chegar à estrutura da equipa, relegando no banco outros que poderiam, neste jogo, ter dado mais garantias de sucesso.
Pedro Aparício e José Rego, estreante com a camisola azul-e-ouro, foram claramente elementos a menos na partida, notando-se uma enorme falta de entrosamento com os colegas. O nosso treinador errou, não deveria nesta partida de os ter feito alinhar, não poderia manter um jogador como o Pedro Aparício, que se arrastou na maior parte do jogo pelo campo, durante os 90 minutos. Também mexeu mal na equipa, pois o Nuno Carranca não é jogador para ficar como central, assim como o Rogério Chinita não é jogador para fazer o corredor esquerdo.
Com a descida do capitão de equipa para a defesa, pensou que Glaedson poderia ser o elemento que controlasse o jogo azul-e-ouro. Se o brasileiro fez com que a bola chegasse mais perto da baliza visitante, justificando a opção do técnico, o mesmo não aconteceu quando havia necessidade de recuperar defensivamente, perante a maior capacidade física dos “galgos”. Com Carranca e Glaedson no meio-campo o jogo seria melhor de certeza, mas agora já é tarde.

Uma palavra para dois ex-“O Elvas”. André Largueiras, marcador do terceiro golo, teve uma atitude exemplar em campo, respeitando o seu anterior público, tendo sido mesmo um dos melhores jogadores em campo. Quanto ao Eduardo Carranca, que marcou o primeiro golo, não podemos dizer o mesmo. Em Campo Maior foi aplaudido pelos adeptos d’”O Elvas” quando foi substituído, tendo retribuído os aplausos, e ontem andou a fazer gestos para a bancada quando marcou o golo, ou quando ouvia algum impropério. Lamentável!

Derrota justa que mostrou as enormes lacunas que temos na nossa equipa. Se somos candidatos? Depois dos jogos frente ao Campomaiorense pensamos que não temos equipa para lutar pela subida. Falta alma, garra, coração, ambição, sentir a camisola a esta equipa para podermos falar que somos candidatos.
Elói já disse que só jogaria quem corre nos jogos, que temos de jogar “à Distrital” para podermos lutar pelo objectivo da subida. Concordamos com essa apreciação, mas também o técnico terá de fazer melhor.
Esperamos que isto mude, mas aos poucos vamos deixando de acreditar…

P.S. – Foto e vejam mais sobre o jogo no site d’”O Elvas” CAD

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

A caminho da liderança?

No próximo Domingo pelas 15 horas, o Campo Patalino será palco do esperado derby da raia. "O Elvas" e Campomaiorense discutirão quem será o primeiro classificado da Série A do Campeonato Distrital.
Na primeira volta o nosso Elvinhas foi derrotado por 2-0. Resultado justo pela forma como a equipa reagiu mal aos dois golos sofridos, sempre com o controlo do jogo por parte dos "galgos". Foi o resultado e a exibição que condenaram a continuidade do técnico Vítor Nozes.

Muitos adeptos, incluindo a Tribo, depois desse jogo manifestaram com mais força o desagrado pelo mau futebol praticado pela nossa equipa. Sendo candidatos assumidos à subida, não se podia aceitar que jogássemos a "controlar" partidas com adversários claramente inferiores, em vez de assumirmos o jogo desde o apito inicial. Jogámos várias vezes com medo dos adversários, e se estes merecem o nosso respeito, os nossos objectivos são bem diferentes aos da generalidade dos emblemas que compõem este Distrital.

Tudo isto fez com que aparecessem nuvens negras no futuro azul-e-ouro, dúvidas sobre se realmente temos uma equipa para subir. Acreditamos ser possível, mas continuamos com as mesmas dúvidas, e para acabar com elas nada melhor que o jogo contra o líder da Série A. É o único adversário para testar a verdadeira capacidade da equipa comandada por Elói Silva, com vista à disputa da segunda fase, a que dita quem irá sair do “inferno” Distrital.

Por esse motivo, por ser um jogo importante para a nossa equipa, temos de estar no Domingo em força no Campo Patalino. Temos de estar todos presentes e apoiar o nosso Elvinhas. Vamos demonstrar que somos o grande 12º jogador do Alentejo, que somos diferentes, bons, para que a equipa tenha ainda mais confiança para chegar à vitória.

NÃO FALTEM, E TODOS OS QUE TIVEREM CACHECÓIS LEVEM-NOS PARA QUE SE VEJAM AS CORES DO NOSSO ORGULHO.

À atenção dos elementos da Tribo Azul e Ouro, concentração no "Moedas" a partir das 14 horas.

Um abraço do tamanho do Mundo a todos os Tribalistas

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

"O Elvas" vence antes da recepção ao líder

"O Elvas" venceu na tarde de Domingo o Mosteirense por 1-4. A equipa de Elói Silva iniciou o jogo como já vem sendo hábito, pressionando bastante o seu adversário de domingo, num terreno de jogo complicado para a equipa superior tecnicamente, não só pelas reduzidas dimensões do campo, como pelo piso de terra batida. Os azuis e ouro entraram bem no encontro, criando inúmeras oportunidades de fazer funcionar o marcador, mas com um excelente desempenho, o guardião dos Mosteiros ia adiando aquilo que parecia inevitável, ou seja o golo d' "O Elvas".
Golo esse que surge por Carapinha (18'), enquanto o Mosteirense apenas por uma ocasião pôs em sentido a zona recuada azul e ouro. Antes do intervalo "O Elvas" chega ao 2º golo, por Fernando Roque (41'), na cobrança exemplar de um livre directo descaído para a esquerda do ataque raiano.

No segundo tempo e sempre com a mesma toada, ou seja, "O Elvas" instalado no meio campo dos Mosteiros, foi com naturalidade que "O Elvas" amplia a vantagem para 0-3 através de Harramiz, depois de um precioso centro de Carlos Xavier, jogador júnior convocado por Elói Silva. O resultado pecava nesta altura já por escasso, premiando de certa forma a entrega e atitude da equipa da casa. O quarto golo dos azuis e ouro foi apontado por Vasco Malhado (77') num remate à entrada da área. A equipa da casa ainda conseguiu chegar ao tento de honra, por desatenção da defensiva d' "O Elvas", que permitiu que o jogador dos Mosteiros ficasse na cara de Cristo e não tivesse qualquer dificuldade em fazer o golo.

Resultado justo da melhor equipa que peca mais uma vez por escassa, tais não foram as ocasiões para os azuis e ouro saírem do campo de jogos dos Mosteiros com um resultado mais dilatado.

"O Elvas" alinhou com Cristo, Ricardo Lopes, Chinita, Rui Santos, Fernando Roque, Vasco Malhado, Nuno Carranca, Carapinha, Aparício, Harramiz e Leandro.

(fonte e foto site "O Elvas" CAD)

Vencemos e convencemos na deslocação aos Mosteiros, depois de alguns jogos em que a equipa nos fazia duvidar. Com a mudança de treinador esperávamos poder vir a sentir alterações na forma de jogar ao ataque que queremos ver no Colosso. No Domingo a partida frente ao Mosteirense revelou ser de consolidação de uma equipa que na próxima jornada vai ter um jogo a sério.
Com os devidos respeitos que merecem os restantes adversários, mas apetece dizer que será contra o Campomaiorense que poderemos ver o verdadeiro valor da nossa equipa para este Campeonato.
Recordo que na primeira volta perdemos 2-0 no Estádio Capitão César Correia. Todos os que se deslocaram a Campo Maior recordam o monumental "frango" do Cristo, que alterou a tendência do jogo, até aí dominado pel'"O Elvas". Logo de seguida e na sequência de um cruzamento da esquerda, permitimos o segundo golo, num remate de cabeça na pequena área. Desde esse momento até ao fim do jogo, pouco incomodámos o guardião do Campomaiorense, justificando por inteiro a única derrota do Campeonato, tendo sido o início do fim da era Vítor Nozes.

Agora queremos devolver a derrota ao líder e igualar no topo da classificação a equipa de Jorge Silvério. Neste momento temos 21 pontos, menos 3 que o Campomaiorense, e em golos 33-4, para 35-2 do líder. Caso aconteça a vitória do Colosso pelo mesmo resultado de Campo Maior, tudo ficará igual na classificação.
Estas são sem dúvida as melhores equipas da Série A, ficando por se saber quem os acompanhará à segunda fase na luta pelo Campeonato.

No Domingo TODOS ao Campo Patalino para apoiar o nosso clube. Temos de ser sem dúvida o 12º jogador, e mostrarmos que temos os melhores adeptos da região.

Um abraço do tamanho do mundo a todos os Tribalistas.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Mosteiros, próximo destino d'"O Elvas"

Temos estado ausentes, pois já há algum tempo que o blogue está "parado", mas prometemos voltar à dinâmica habitual. As nossas desculpas aos assíduos leitores dos posts da Tribo Azul e Ouro.
O nosso "O Elvas" terá no próximo Domingo uma deslocação aos Mosteiros. Na primeira volta o jogo no Campo Patalino teve um só sentido, a baliza da equipa do Mosteirense. Goleada das antigas, 8-0, mas a equipa agora liderada por Elói Silva anda a perder "gás" no que toca a marcar golos.

No passado fim-de-semana, apenas marcou 2 golos ao Arronches, um adversário claramente inferior aos azuis-e-ouro, como demonstra o jogo da primeira volta em que vencemos por 5 golos sem resposta. Sente a equipa dificuldades em concretizar as inúmeras oportunidades de golo criadas, mas são as bolas que entram nas redes adversárias as que verdadeiramente contam, e nesse capítulo os adeptos não podem estar satisfeitos.
Com a mudança técnica houve troca de titulares na dianteira da equipa. Igor depois da pseudo saída para o Odivelas, apagou-se totalmente e recentemente Vicente deixou de fazer parte dos quadros d'"O Elvas". Agora parece ser Harramiz, técnicamente superior aos anteriores donos da zona, quem com a sua velocidade poderá ser a referência atacante. Acreditamos que possa ser e assim o esperamos, pois queremos gritar mais vezes GOLO!

Pedimos a todos os adeptos do Colosso que apoiem a equipa nos Mosteiros. Necessitamos a vitória para poder receber na próxima semana o líder Campomaiorense e tentarmos arrebatar aos "galgos" o primeiro lugar.

Um abraço do tamanho do Mundo a todos os Tribalistas

sábado, 24 de outubro de 2009

Morreu Guto, antigo jogador de "O Elvas” CAD

Guto, antigo jogador de "O Elvas”, faleceu no Brasil aos 44 anos de idade.

O futebolista brasileiro veio para Portugal na temporada de 1987/88 e, aos 23 anos, ingressou no Clube Alentejano de Desportos quando a equipa "azul-e-ouro” disputava pela segunda época consecutiva o Campeonato Nacional da I Divisão.

Com um porte físico impressionante e dotado de bastante técnica, Guto impôs-se no centro da defesa de "O Elvas”.

No final da época de 87/88, consumada a descida do Clube Alentejano de Desportos à II Divisão de Honra, o central brasileiro rumou ao Belenenses, continuando a afirmar-se durante mais algumas épocas no escalão principal do futebol português.

Guto deixou o nosso país no início da década de 90 e acabou por deixar o futebol algum tempo depois, estabelecendo-se profissionalmente como camionista.

Uma doença grave esteve na origem do seu prematuro falecimento, ontem no Brasil.

Guto era pai de Leandro, jovem futebolista que integra na presente temporada o plantel sénior de "O Elvas” Clube Alentejano de Desportos.

(fontes Rádio Elvas e site do Colosso)

A Tribo Azul e Ouro apresenta os mais sentidos pêsames ao Leandro e familia, recordando a forma brilhante como o seu Pai vestiu e honrou a nossa camisola.
Descansa em Paz Guto.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Esta semana o Colosso folga

Depois de ter vencido o Degoladense por 6 golos sem resposta, o Colosso vai estar de folga este fim-de-semana.
Creio que todos já sabem o que se passou em Arronches, casa emprestada da equipa do concelho de Campo Maior, tendo sido a estreia como técnico principal de Elói Silva.

Primeiro jogo e já houve alterações no esquema habitual da equipa, como por exemplo a inclusão no meio-campo de Vasco Malhado, sem dúvida um dos jogadores mais tecnicistas do plantel. Tacticamente a equipa já foi colocada com a clara intenção de jogar ao ataque.
Também se sentiu a voz de comando de Elói, que ao intervalo não teve problemas em retirar do jogo um mais que apagado Igor. Falando do avançado, afinal não saiu para o Odivelas como nos informou no jogo frente ao Esperança, e o facto de ver frustrada a sua saída, notou-se no jogo apagado e tristonho que fez durante os 45 minutos que esteve em campo.

No final o técnico Elói Silva falou para a Tribo, dizendo que agradece o apoio, pois há muito manifestamos que esta deveria ter sido a primeira escolha do Presidente. No entanto, considera que há muito trabalho a fazer e que não pode estar satisfeito pelo que a equipa tem feito ao longo dos 5 jogos realizados. NEM NÓS!!!

Elói e João Pedro Ruas, contem com o nosso apoio jogo a jogo, e trabalhem para tirar o Colosso do "inferno" que é o Distrital. TODOS JUNTOS VAMOS CONSEGUIR O OBJECTIVO!

Um abraço do tamanho do Mundo a toda a Tribo

P.S. - Aproveitamos para endereçar as rápidas melhoras ao João Miguel Camoesas, jogador dos Iniciados d'"O Elvas" que sofreu uma grave lesão com fractura de tíbia e perónio. Força João Miguel! Vais ver que depressa voltarás a fazer o que gostas, jogar futebol.

sábado, 17 de outubro de 2009

Degoladense - "O Elvas" joga-se em Arronches

Atenção Tribalistas e adeptos do Colosso. O jogo de hoje às 15 horas entre o União Futebol Degoladense e "O Elvas" Clube Alentejano de Desportos, realiza-se em Arronches.
O campo de futebol de Degolados encontra-se em obras de recuperação porque "chumbou" nos testes feitos pela Associação de Futebol de Portalegre.
Por esta situação, os jogos em casa do Degoladense na primeira volta da 1ª fase do Campeonato estão condicionados.

Assim sendo, TODOS devemos ir a Arronches apoiar o Colosso para conquistar mais uma vitória. Recordo que já vencemos por 0-5 na 1ª jornada no mesmo estádio que hoje visitamos. Bom sinal? Assim espero e já sem Vítor Nozes... :)

Um Abraço do tamanho do Mundo à Tribo

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

"Nozes" Demitiu-se

Pois é meus amigos Vitor Nozes deixou de ser treinador do nosso colosso, até aqui nada de especial, ate porque poucos seguidores teve o Sr. Nozes por estas bandas durante as cerca de 10 semanas que treinou o Elvas. O estranho, e não exerço qualquer opinião que possa influenciar a vossa, vejam e leiam com os vossos próprios olhos a confusão que paira no ar.
Vejam as declarações da Direcção e do Treinador na RádioElvas e agora verifiquem por vós próprios as diferenças nas declarações á RádioPortalegre, digam de vossa justiça.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

"O Elvas" vence Esperança e perde Igor

O Colosso venceu por 3-1 a Esperança, em mais um mau jogo dos comandados de Vítor Nozes. É inexplicável o que se passa com uma equipa que é superior a todas deste grupo, mas que tão mal estruturada está.
A responsabilidade para isto vai na integra para o nosso técnico, que mais parece pretender segurar resultados que colocar esta equipa a praticar bom futebol.
Na primeira parte a equipa da Esperança acabou por merecer ir na frente para o intervalo, mercê de um golo de contra-ataque mesmo antes do apito final da etapa inicial. Justo prémio para uma equipa que soube controlar o adversário, mesmo sentindo as suas próprias limitações face a uma equipa técnicamente superior.

Na segunda metade os azuis-e-ouro lembraram-se de dar um ar da sua graça, e o Colosso deu a volta ao marcador, com golos de Igor aos 60 minutos, Glaedson aos 75, e novamente o brasileiro aos 82 de grande penalidade. A reviravolta deu-se com a entrada de Vicente, jogador que deve arriscar muito mais o pontapé à baliza, para a saída de João Carlos. A equipa ganhou profundidade e encostou às cordas a Esperança, que sentia perder capacidade física à medida que os minutos passavam.

Vitória que acaba por ser justa, mas que demonstrou a falta de atrevimento e convencimento de melhor equipa por parte de Vítor Nozes.

IGOR DE SAÍDA PARA O ODIVELAS
No final da partida, o avançado Igor teve uma atitude que não recordo em nenhum jogador d'"O Elvas". Aproximou-se da Tribo e disse-nos o seguinte: "Este foi o meu último jogo pel'"O Elvas", pois vou para o Odivelas. Venho agradecer todo o vosso apoio".
Ficámos incrédulos pois não esperávamos este desfecho. Igor é sem dúvida o melhor ponta-de-lança do plantel, e com a sua saída vamos sentir dificuldades no ataque.

Para o Igor uma palavra de agradecimento por esta atitude e pela forma como defendeu a nossa camisola. AMIGO QUE TENHAS TODA A SORTE DO MUNDO!

No próximo Sábado pelas 15 horas, "O Elvas" vai a Degolados, freguesia de Campo Maior. Esperemos que a atitude de jogadores e técnico seja diferente para melhor, apesar de ir disputar o jogo em campo pelado.

Abraço do tamanho do Mundo a toda a Tribo.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Um Acidente de Percurso

No passado sábado assistiu quem se deslocou ao Estádio Capitão César Correia, ao primeiro tropeço do nosso Colosso neste campeonato. Mais uma vez, tal como aconteceu nas duas jornadas anteriores, o CAD contou com uma massa adepta que provou, quer nos bons quer nos maus momentos (Distrital) está com a equipa. Quanto ao jogo, até começou bem, ataques apenas numa direcção, controlo do meio-campo e na bancada reagia-se bem aos lances que se sucediam junto da baliza do guardião campomaiorense (talvez melhor em campo). Primeiro por Carapinha logo seguido de Igor poderíam ter inaugurado o marcador. Até que por volta do minuto 10 o Elvas inaugura o marcador sendo que, em nossa opinião bem, o árbitro auxiliar anula o golo ao avançado Harramis. Por volta do primeiro quarto de hora, o campomaiorense adianta-se no marcador para grande surpresa inclusivé do seu marcador, visto que o guarda-redes Cristo fica muito mal na fotografia. Volvidos 10 minutos e o campomaiorense dilatava a vantagem, que se iría manter até ao final do encontro. Na segunda parte foi um querer e não poder, visto que os campomaiorenses superaram-se sempre a um maior ascendente (que não passou apenas disso) do nosso CAD. Não foi um bom jogo dos azuis e ouro, no entanto, queremos crêr que não passou de uma tarde má. Gostava de esclarecer que as nossas opiniões não passam disso mesmo, nunca por nunca queremos colocar o nosso Colosso em situações desagradáveis, por isso, a nossa forma de estar no futebol é de apenas "Uma tarde bem passada".
No próximo Sábado 10 de Outubro pelas 15 horas o Elvas recebe o Esperança no que esperamos todos, seja mais uma tarde vitoriosa para a nossa equipa.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Depois de goleada visita a Campo Maior

O Colosso venceu por 8-0 o Mosteirense, em mais uma goleada dos comandados de Vítor Nozes.
O resultado fala por si, e creio que o que destacou mais foi o número escandaloso de golos perdidos. Marcaram 8 e imaginem se acertassem pelo menos metade do que falharam...

Igor voltou a realizar um hat-trick e destaca-se como o artilheiro de serviço. Possante e com sentido de golo, tem de ter mais serenidade na hora do remate, e de certeza que o número de golos marcados poderá ser fora do normal. Glaedson é o "maestro" e nesta partida também fez o gosto ao pé, com o outro hat-trick da goleada.

Amanhã pelas 17 horas no Estádio Capitão César Correia em Campo Maior, o Colosso terá o teste mais difícil da primeira fase. O Campomaiorense que conta também por vitórias os seus 2 jogos, poderá ser o adversário ideal para avaliar as verdadeiras capacidades da nossa equipa.
O jogo de amanhã será o reviver de antigos confrontos entre os azul-e-ouro e os "galgos" de Campo Maior, que muitos de certo recordarão.

Dizer que a Tribo estará no Estádio a apoiar o Colosso, e que gostariamos que os adeptos d'"O Elvas" nos acompanhassem para que a vitória seja NOSSA.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Sem contestação

Começou no passado Sábado o Campeonato Distrital de Séniores 2009/2010, o nosso "inferno". O Colosso deslocou-se nesta primeira jornada até Arronches para defrontar o clube local, e não podia ter começado melhor para a equipa raiana este campeonato, com uma vitória esmagadora por 0-5.
Durante os 90 minutos foi sempre a melhor equipa e peca por escasso o resultado final que poderia e deveria ter sido muito mais robusto. Igor por duas vezes, Pernas (p.b.), Vicente e Rúben fizeram um resultado que premeia a boa exibição de "O Elvas" Clube Alentejano de Desportos.


"O Elvas" alinhou com João Cristo, Ricardo Lopes, Rui Santos, Chinita, Vasco Malhado, Nuno Carranca (cap), Carapinha, Glaedson, João Carlos, Vicente e Igor.

(fonte blog "O Elvas")

Sem contestação podemos intitular a vitória do Colosso, perante um adversário extremamente frágil, frente ao maior poderio técnico e físico dos azul-e-ouro. O resultado poderia ser de escândalo, mas os nossos jogadores teimaram em não marcar mais golos.
Uma palavra aos muitos adeptos do Colosso que estiveram presentes em Arronches, mostrando que estamos com o clube, havendo mais adeptos d'"O Elvas" do que do clube da casa, e em larga maioria mesmo!!!

No próximo Sábado dia 19, pelas 17 horas, recepção no Campo Patalino ao Mosteirense. Jogo que se antevê fácil, perante uma adversário que na 1ª jornada foi derrotado em casa 0-3 pelo Degoladense. Segundo quem assistiu a este jogo, o Mosteirense vai ter muitas dificuldades em não regressar a casa com o "saco cheio"...

Tribalistas e adeptos azul-e-ouro em geral, Sábado temos de apoiar o nosso clube em mais um passo para sair do "inferno" do Distrital.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Sábado todos a Arronches para a estreia

A primeira jornada do "Inferno" é já amanhã, e o Colosso tem a sua estreia frente ao Sport Arronches e Benfica. O jogo está agendado para as 17 horas e será o primeiro jogo oficial no novo relvado sintético do Estádio Municipal de Arronches.

É o arranque no nosso particular "Inferno", e o nome do Colosso será para todos os nossos adversários motivo de dose extra de motivação, que deverá servir para que a nossa equipa nunca se descuide. Queremos que os comandados de Vítor Nozes mostrem a superioridade desejada, desde o primeiro minuto.

APELO à Tribo e a todos os adeptos azul-e-ouro.
Invasão a Arronches, para que a nossa equipa sinta que tem o nosso apoio. Mostremos aos nossos adversários que somos gente pacífica, que nos queremos divertir vendo e apoiando o Colosso, que somos uma claque diferente.

Um abraço do tamanho do Mundo a toda a Tribo!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Preparação do Colosso continua

Nos próximos dias 22 e 23 de Agosto tomará lugar a I Edição do Torneio Carlos Falé, a realizar no Campo Estrela (Évora), com a participação das equipas de futebol do Grupo União Sport, "O Elvas" Clube Alentejano de Desportos e SC Campomaiorense.

Pretende-se prestar uma justa e inquestionável homenagem em vida a um antigo atleta do clube e indefectível adepto lusitanista, o qual está ligado à mais brilhante e ilustre história do Lusitano Ginásio Clube.

No final do Torneio haverá também, pela mão do Sr. Carlos Falé, a entrega da "Taça McDonald's 2009" ao vencedor do Torneio, bem como os respectivos troféus, nomeadamente os troféus de participação às equipas e prémios de equipa fair-play, melhor jogador e melhor guarda-redes.

A primeira jornada é disputada no sábado 21 de Agosto, com Lusitano e Campomaiorense a defrontarem-se às 16.30 horas, enquanto Montemor e "O Elvas” jogam duas horas mais tarde. No domingo, às 16.30 horas, os vencidos de véspera disputam os 3º e 4º lugares, e a final é jogada às 18.30 horas entre os vencedores da jornada inaugural.

(fonte site Lusitano de Évora e Rádio Elvas)

Um torneio totalmente alentejano que servirá de preparação à nossa equipa para a época do "inferno" no Distrital.
Depois das derrotas na apresentação aos sócios com o Lusitano de Évora por 1-3, e na deslocação a San Vicente de Alcantara frente aos espanhóis do Sanvicenteño por 0-4, chega agora um Torneio em que se exige algo mais de entrosamento e melhor preparação física.
"O Elvas" defronta no Sábado uma equipa que subiu esta época à III Divisão, e de certeza que irá sentir dificuldades.
Pretende-se que o trabalho de preparação seja o melhor para que o Campeonato Distrital corra de feição para os azul-e-ouro, e possamos desta forma sair do "inferno".

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Mau ambiente no balneário do Colosso

"O ambiente no balneário de «O Elvas» nesta última época foi-se degradando de tal forma que, se me é permitido o exemplo, aquilo que era uma minhoca, passou a uma cobra, uma enorme víbora”.
É desta forma que, em entrevista ao programa "Ponto de Vista” da Rádio ELVAS, o presidente do Clube Alentejano de Desportos, Eurico Candeias, refere o que terá contribuído para a descida dos "azul-e-ouro” ao Distrital da Associação de Futebol de Portalegre.

Ainda em relação ao alegado mau ambiente no balneário, Eurico Candeias acusa o capitão Toni Vidigal de ser o principal responsável. "O Toni Vidigal enganou-me – afirma o presidente reeleito para mais um mandato de dois anos à frente de "O Elvas” - porque pela frente tinha um discurso optimista, dizia que íamos ficar na III Divisão, mas depois foi ele quem mais contribuiu para criar grupinhos no balneário”.

Quanto ao técnico cessante, Paulinho, Eurico Candeias diz que foi "a sua passividade” que também motivou a falta de reacção da equipa quando os resultados adversos começaram a acumular-se.

No que diz respeito ao plantel que está a ser preparado para a época 2009/2010, os trabalhos de pré-temporada vão arrancar a 8 de Agosto, e do plantel já confirmado fazem parte "o guarda-redes João Cristo, Rogério Chinita, Fernando Roque, Glaedson, Nuno Carranca e os defesas Farrol e Ricardo, ambos provenientes do Calipolense”. Há ainda a expectativa de continuidade de Eduardo, Lourinho, Carapinha (este último se não ficar no Desportivo de Fátima, onde se encontra à experiência) e o regresso do guarda-redes Agnaldo.

(fonte site Rádio Elvas)

Frontalidade por parte do Presidente, em assumir o mau ambiente do balneário azul-e-ouro. Como principais responsáveis acusa o capitão Toni Vidigal e o ex-técnico Paulinho, situação que para a maioria dos adeptos do Colosso, não será novidade.
Mas, Presidente, se viu que isto acontecia, porque não se impôs? O principal responsável pela equipa foi, é, e será sempre o Presidente da Direcção.
Se tinhamos um mau gestor de balneário, porque não se pôs fim a isso? Se tínhamos um jogador que estava a gerar mau ambiente, porque não se pôs fim a isso?

O resultado de tantas asneiras feitas ao longo da época é conhecido, descemos ao Distrital. Cheira-me que esta entrevista não irá ficar por aqui, e é bom que não fique, pois todos os adeptos d'"O Elvas" devem saber tudo o que efectivamente se passou, para tantas tristezas desportivas que tivemos de aguentar ao longo da última época.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Dois jogadores de saída

Confirmam-se as primeiras saídas do plantel d´O Elvas CAD, agora que já é conhecida a divisão onde alinhará na próxima temporada. Os jogadores em questão são o defesa Marcial e o avançado Mauro. Na próxima época, estes dois brasileiros vão representar o Vitória do Pico, clube que venceu a série Açores e que disputará a 2ª Divisão, naquela que é a sua estreia nesta competição.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Próxima paragem: Distritais.

"...a hora é de natural tristeza para os dirigentes, sócios e simpatizantes do clube”

"no fundo, não é nada de que não estivessemos à espera, depois da descida ter sido consumada em campo"

Frases retiradas do site da Rádio Elvas, e cujo autor é o presidente d´O Elvas CAD, Eurico Candeias. E já agora, cliquem aqui.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Impasse continua

Ninguém sabe e nem mesmo o portal da FPF consegue apresentar qualquer informação relativa à manutenção, ou não, d´O Elvas CAD na 3ªDivisão.

Eram esperadas novidades para o dia 24 de Junho e por agora, continua-se na espectativa de saber em que condição se irá apresentar a turma raiana na próxima época: se na 3ªDivisão ou nos Distritais.

Entretanto, foi apresentado o mister Vítor Nozes que irá conduzir a equipa elvense, independentemente da divisão que for.

Nas duas últimas temporadas, as equipas do Estrela de Portalegre e FC Crato foram treinadas pelo míster, sendo que o desfecho final foi a descida das mesmas em cada ano. Em contraciclo, há a realçar uma subida do Eléctrico de Ponte de Sôr à II Divisão.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

E assim vai o nosso futebol... Afinal descemos ou não??

O futebol em Portugal continua como sempre... Confusão atrás de confusão... Graças à boa gestão da FPF, que teve a maravilhosa ideia de criar duas fases para a III divisão, que num ano impediram que o Elvas subisse e no outro o fizeram descer de divisão ( ao menos neste momento é assim), estamos neste momento e passados 5 dias da conclusão do nacional da III divisão ainda sem ter a certeza se a equipa do Elvas desceu ou não de divisão.

Esta situação fica a dever-se ao impasse existente, provocado pela possível criação da série Madeira, de maneira a diminuir as despesas dos clubes que constantemente têm que se deslocar de e para o arquipélago.

Em baixo segue a notícia da RádioElvas na qual dão conhecimento desta situação caricata.

E o que acham vocês que vai acontecer?


Há uma hipótese para "O Elvas”

A permanência de "O Elvas” CAD na III Divisão nacional de futebol ainda tem uma possibilidade: a via administrativa. Para o Clube Alentejano de Desportos foi fatal o segundo lugar na Série E1, especialmente devido a ter conquistado apenas sete pontos nos seis jogos da segunda fase e um saldo negativo de 6-8 em golos. Ou seja: pela via dos melhores segundos classificados das 12 séries, a manutenção na III Divisão não é possível para os "azuis-e-ouro”.

Agora, as esperanças elvenses centram-se na Assembleia-Geral (AG) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), marcada para Lisboa, às 10 horas de 23 de Maio, sábado. A Associação de Futebol de Portalegre, em princípio representada pelo vice-presidente António Maçãs, vai defender a criação da Série Madeira na III Divisão, que, nesta AG federativa, vai estar em discussão e votação. Se esta série for aprovada, vai incluir Portosantense, Machico, Câmara de Lobos (os três da III Divisão), Ribeira Brava e Caniçal (despromovidos da II-B à III Divisão), entre outros clubes madeirenses.

Sendo assim, ficam cinco lugares em aberto no campeonato nacional da III Divisão, por onde "O Elvas” ainda vê uma janela de oportunidade de prosseguir a nível nacional. Para o emblema da Rua dos Chilões, resta a esperança final de aguardar pelo desenrolar da AG da FPF; antes dela, será prematuro que os "azuis-e-ouro” planeiem a época de 2009/2010 do futebol sénior.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

De candidato à subida, o Colosso desce ao Distrital

Dois golos de Mauro adiantaram os elvenses até ao 2-0 na primeira parte, tendo o brasileiro marcado mais um golo anulado pelo árbitro, tal como aconteceu ao golo de Rogério Chinita.

Na segunda parte o Machico chegou ao empate e estabeleceu o resultado final que permitiu ao Machico ficar na IIIª Divisão e obrigou "O Elvas" a cair nos distritais.

No final, o técnico Paulinho, os jogadores e o presidente da direcção Eurico Candeias disseram aos microfones da Rádio ELVAS que "a actuação arbitral condicionou a partida", considerando "um roubo e um desrespeito pelo clube e pela cidade de Elvas".

Verdade desportiva falseada
Com o empate 2-2 no campo do Machico, "O Elvas” ficou em segundo lugar na Série E2, da III Divisão, com 24 pontos e a um ponto do adversário de ontem à tarde, que venceu esta série E1 do campeonato nacional de futebol da III Divisão. No confronto com os outros segundos classificados com 24 pontos, a turma elvense foi das que conquistou menos pontos na segunda fase (sete pontos em seis jogos) e a única com saldo negativos de golos (seis marcados e oito sofridos); esta realidade numérica foi determinante, perante o complicado regulamento federativo desta segunda fase do campeonato, para determinar a descida de divisão.

Porém, o empate e as incidências da partida entram na galeria das principais recordações futebolísticas do Clube Alentejano de Desportos, por ter conduzido a equipa ao campeonato distrital e se ter registado uma arbitragem invulgarmente contrária à verdade desportiva. Carlos Amado é o nome do árbitro, Ricardo Morgado foi o assistente dos golos anulados e pertencem à Comissão de Arbitragem da Associação de Futebol de Leiria. As principais razões de queixa "azuis-e-ouro” prendem-se com os lances seguintes:

- minuto 2, com 0-0, Mauro contribuiu para a bola entrar na baliza adversária, o árbitro aponta o centro do terreno, o assistente sinaliza uma irregularidade e, após conferência entre árbitro e assistente, o golo é anulado com o avançado brasileiro a ver um cartão amarelo;

- minuto 41, com 0-1 no marcador, Chinita cabeceia para dentro da baliza, um defesa local retira a bola, o árbitro aponta para o centro do campo, os jogadores alentejanos festejam o golo, o mesmo assistente chama o árbitro, alega "falta do número 9” (Mauro) que nem interveio no lance e o juiz anula o golo;

- minuto 45+2, Largueiras dentro da grande-área adversária, a caminho da baliza e só com o guarda-redes pela frente, é derrubado; o árbitro assinala a grande penalidade (que Mauro converteu em 0-2) mas poupa a expulsão ao defesa que fez a falta;

- minuto 90+1, com 2-2 no marcador, Mauro contorna o guarda-redes, fica com a baliza escancarada e, no momento em que encosta para o golo, é puxado pela camisola, desequilibra-se e acaba por concluir ao lado; o árbitro não assinala uma grande penalidade e poupa a expulsão ao defensor local.

A juntar a uma arbitragem deste calibre, "O Elvas” ainda pode queixar-se de seis lances de golo à vista: Mauro em três ocasiões, Glaedson em dois lances e Carapinha numa oportunidade desperdiçaram oportunidades para garantir um triunfo em território madeirense, que asseguraria a manutenção no campeonato nacional.

(fonte site Rádio Elvas)

Acho que estamos todos tristes com este desfecho. O facto de irmos à Madeira com a necessidade imperiosa de vencer para assegurar a permanência, foi-nos fatal.
Isto porque todos sabemos como são as arbitragens na Madeira, favorecendo sempre os clubes da região autónoma. Além do mais o Machico era o adversário directo.

A época foi totalmente desastrosa e só podia terminar assim, no Distrital!!!
Ainda nos resta a possibilidade da FPB aceitar o pedido dos clubes madeirenses para criarem a Série Madeira, como acontece com as do arquipélago dos Açores.

Seria bom pois dessa forma o Colosso ficaria na 3ª Divisão. Vamos ver como será o desfecho desta proposta...

terça-feira, 5 de maio de 2009

Da manutenção quase garantida ao abismo

Complicar o que era fácil, o Clube Alentejano de Desportos apenas necessitava vencer a partida para fazer a viagem da próxima semana com mais espaço de manobra. Com este resultado vê-se obrigado a vencer o Machico no seu terreno.

"O Elvas" alinhou com o mesmo onze da semana passada, com Godinho, Bruno, Rui Santos, Chinita, F.Roque, André Largueiras, Carapinha, Eduardo, Glaedson, Toni e Mauro, no banco de suplentes estiveram Cristo, Ivo, Tiago, Nuno Carranca, Barracho.

Mau jogo de futebol por parte da equipa de “O Elvas”, que sofreu nova derrota na fase de despromoção, quando tudo se proporcionava para os alentejanos carimbarem a manutenção, eis que perdem novamente aquilo que tinham conquistado tão brilhantemente na semana anterior (vitória diante do futebol Benfica).
E conforme se apresentam as contas para a derradeira jornada desta fase, o Clube Alentejano de Desportos terá que vencer forçosamente na Madeira o Machico, jogo que será decisivo visto ser o último da época 2008/2009.

Quanto ao jogo da tarde de Domingo, apenas se pode tirar uma conclusão. Venceu a equipa que soube aproveitar dois erros defensivos. Os alentejanos foram os primeiros a criar a perigo através de Mauro, que na cara do guarda redes do Cartaxo fez a bola passar por cima do travessão da baliza. Os primeiros 30 minutos foram de domínio claro de “O Elvas” que ainda reclamou grande penalidade por derrube evidente sobre Mauro quando este já se esgueirava depois de ter ultrapassado o seu opositor directo. Foi "placado" em plena grande área com o arbitro a mandar seguir, dois lances que poderiam ter colocado os azuis e ouro na frente do marcador. Curiosamente na primeira vez que o Cartaxo se aproximou das redes de Godinho fez o primeiro golo, depois da marcação de uma falta mal cobrada pela defensiva azul e ouro, colocando a bola nos pés do adversário que faz o cruzamento para o interior da área, onde aparecem dois jogadores de”O Elvas” estatelados no relvado depois de terem chocado. Estava feito o primeiro golo da partida, para os visitantes, aos 37 minutos, sendo o seu autor Eduardo.
5 minutos volvidos novo golo forasteiro e novamente desatenção da defensiva alentejana, com o Cartaxo a não perdoar fazendo o 0-2 por intermédio de Joel. As contas estavam complicadíssimas para os alentejanos.

No segundo tempo com Tiago Vidigal no lugar de F.Roque, os visitados tentaram chegar ao golo o mais rápido possível, mas uma vezes seria a defensiva do Cartaxo a por cobro aos ataques alentejanos outras o guarda-redes evitando o golo da equipa da casa. Com o passar dos minutos sentia-se no Municipal Domingos Patalino que a decisão da manutenção passava pelo encontro da Madeira na próxima jornada, numa tarde de sol e algum calor em que “O Elvas” não conseguiu os 3 pontos que praticamente lhe asseguravam a manutenção na 3ª divisão na próxima época. Esperamos uma equipa de “O Elvas” com um só pensamento na próxima jornada, a conquista dos 3 pontos e a tão desejada manutenção no futebol nacional.

(fonte site do Colosso)

Palavras para quê? O jogo foi do pior que assistimos esta época, com elementos que de uma forma clara se notavam condicionados para poder jogar esta partida.
Há coisas que não se entendem. Mauro e Toni estiveram em sub-rendimento durante todo o jogo, sem terem a culpa disso. Não bastava isso senão todos sentirem a responsabilidade do jogo e andarem com os nervos à flor da pele. Por esse motivo sofremos dois golos inexplicáveis.
Agora todo o peso de uma época no derradeiro jogo... Só podemos esperar uma palavra de vontade da equipa, de querer vencer o Machico, na Madeira!
No mínimo, como adeptos, exigimos que o consigam.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Manutenção quase garantida

Passo de gigante de "O Elvas" que na tarde de ontem bateu o Futebol Benfica por 0-1, com o capitão Toni Vidigal a fazer o único golo do jogo quando iam decorridos 59 minutos.

Disputou-se a 4ª jornada do campeonato nacional da 3ª divisão, fase de despromoção, serie E1, “O Elvas” deslocou-se a Lisboa para defrontar o Futebol Benfica, e não poderia ter corrido melhor esta deslocação para os azuis e ouro apesar de se ver privada do jogador Marcial que se ressentiu de lesão no aquecimento.

Bom jogo dos alentejanos que mostraram que queriam desde inicio vencer o encontro. Logo no 11º minuto surge o primeiro remate com alguma perigo junto de uma das balizas, o seu autor foi Eduardo, que rematou de maneira acrobática a fazer passar a bola ao lado da baliza lisboeta.
8 minutos volvidos foi a vez de Glaedson enviar a bola ao ferro da baliza. À passagem dos 21’ novamente “O Elvas” no ataque, com Mauro a rematar por cima da barra. Dois minutos depois surge o primeiro caso do jogo, com Carapinha a estatelar-se no relvado em plena grande área. Grande penalidade clara não assinalada pelo árbitro da partida que exibe o cartão amarelo a Carapinha por suposta simulação.
Quando iam decorridos 25 minutos, grande penalidade clara contra “O Elvas” que também não foi assinalada pela equipa de arbitragem, lance que sucede depois de Rui Santos ter sido alvo de falta.

Resultado em branco ao fim dos primeiros 45 minutos que se aceitava, apesar de ter sido a equipa de “O Elvas” a mais perigosa.

Para a segunda parte regressaram os mesmos que terminaram o primeiro tempo.
“O Elvas” volta a entrar forte e pressionante, pressão essa que deu frutos no minuto 59’, quando Toni Vidigal fez o único golo do jogo. “O Elvas” encarrilava assim uma partida que era de extrema importância não perder, com João Godinho em plano de evidencia pois ia defendendo tudo, e curiosamente até foi “O Elvas” que dispôs das mais claras ocasiões para ampliar o marcador.
Seria um prémio justo para uma equipa aguerrida, trabalhadora e que soube gerir as emoções de um jogo que se previa bastante complicado.
Espera-se agora uma vitória na próxima jornada no Municipal Domingos Patalino diante do Cartaxo.

"O Elvas" alinhou com Godinho, Bruno, Rui Santos, Chinita, Fernando Roque, André Largueiras, Eduardo, Carapinha, Glaedson, Mauro e Toni Vidigal, no banco de suplentes estiveram Cristo, Ivo, Nuno Carranca, Marcial, Lourinho, Vasco Malhado, Tiago Vidigal.

(fonte site do Colosso)

A 4ª jornada da liguilha de manutenção correu da melhor forma para o Colosso. Passámos a liderar o grupo, dependendo exclusivamente de nós próprios para garantir a manutenção. O grupo está de Parabéns, pois a vitória praticamente garantiu a permanência na 3ª Divisão.
Resta agora selar a manutenção no próximo Domingo frente ao Cartaxo. Para isso é de grande importância a presença de todos os sócios, adeptos e simpatizantes do Colosso.
Todos unidos vamos garantir o objectivo da manutenção.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

E aí está a primeira vitória…

E ao terceiro jogo aí estão os primeiros pontos, finalmente uma vitória, num jogo que não foi muito bem disputado, mas que serviu para a equipa azul e ouro voltar ao segundo lugar da poule, em igualdade pontual com as equipas do Machico e do Futebol Benfica.

O jogo decorreu durante a primeira parte numa toada morna, com as equipas a não demonstrarem muita vontade de alterar o 0-0 com que tinham iniciado a partida. Embora a equipa de O Elvas demonstrasse mais vontade de atacar, esta vontade não era expressa em ocasiões de golo, pelo que o empate que se verificava no marcador ao intervalo se aceita perfeitamente.

No início do segundo tempo, logo aos 3 minutos, a equipa da casa iria chegar ao único golo da partida, com um cabeceamento de Toni Vidigal, a corresponder a um pontapé livre executado por Glaedson a partir da lateral direita.

A equipa forasteira iria então subir um pouco no terreno na tentativa de chegar ao empate, mas seria a equipa da casa que iria ter as melhores oportunidades de dilatar o marcador, sem no entanto conseguir chegar ao golo da tranquilidade.

De realçar ainda que uma vez mais fica por marcar uma grande penalidade, desta vez por falta sobre Lourinho já em cima dos 90 minutos, numa jogada que pareceu clara com um derrube já dentro da área do Machico.

O Elvas sobe assim para o segundo lugar, e a 3 jornadas do fim depende de si para conseguir a manutenção, faltando então a recepção ao Cartaxo e deslocações aos campos do Futebol Benfica e Machico.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Mais uma derrota do Colosso

"O Elvas” perdeu por 2-1 em casa do Cartaxo, no jogo da segunda jornada da segunda fase do campeonato nacional da III Divisão.

A equipa ribatejana inaugurou o marcador aos 30 minutos da primeira parte com golo de Marmelo. Ao início da segunda parte da partida surgiu o segundo golo do Cartaxo por Adilson aos 9 minutos.

Os azuis e ouro falharam várias tentativas de golo: aos 14 minutos com Carapinha, aos 26 minutos com Toni Vidigal e novamente Toni aos 33 minutos. Os tentos falhados prosseguiram na segunda parte , logo aos nove minutos com Carapinha, aos 25 com Rui Santos e Glaedson a falhar uma grande penalidade à baliza do Cartaxo à meia-hora do segundo tempo.

O golo dos alentejanos só surgiu em tempo de compensação (90+5) por Mauro. No final em declarações à reportagem da Rádio ELVAS, o técnico Paulinho reconheceu que a situação da equipa é preocupante, mas ainda assim revelou esperança na manutenção no nacional da III Divisão e por conseguinte a não descida para o distrital.

Menos optimista estava o presidente do clube, Eurico Candeias que se mostrou desiludido afirmando que a prestação deste sábado revelou que "a equipa não merece estar na III Divisão”.

Resultados desta segunda jornada da segunda fase: Cartaxo 2 O Elvas 1 ; Futebol Benfica 1 Machico 1. A Classificação está assim ordenada: 1º Futebol Benfica com 20 pontos; 2º Machico com 20 pontos; 3º "O Elvas” com 17 pontos e 4º Cartaxo com 13 pontos

(fonte Rádio Elvas)

Realmente a situação é preocupante, e caso o Colosso não vença no Domingo a equipa do Machico, vamos ter graves problemas em nos mantermos na 3ª Divisão.
Tenho de registar que o comentário do nosso Presidente não abona em prol da necessária serenidade para os seguintes jogos. A situação é complicada, mas não podemos perder a cabeça.
Necessitamos de estar todos unidos para que "O Elvas" se mantenha na 3ª Divisão.
Por este motivo fica o apelo da Tribo Azul e Ouro, para que todos vão ao Campo Patalino no próximo Domingo a apoiar a equipa. Ela necessita de TODOS!

terça-feira, 7 de abril de 2009

O Elvas - Futebol Benfica

No jogo deste domingo a equipa de “O Elvas” deu mais um passo na caminhada irregular que tem vindo a traçar no nacional da III divisão Série E. Mais um jogo, mais uma má exibição, mais uma derrota… E uma vez mais opções questionáveis do treinador, que poderá levar uma equipa que iniciou o campeonato como candidata à subida, para os distritais (esperemos que não, mas cada vez mais esse cenário tem que começar a ser encarado como provável).

“O Elvas” entrou no jogo numa toada morna, parecendo esperar que mais cedo ou mais tarde o golo aparecesse, no entanto o futebol praticado nunca permitiu dispor de grandes hipóteses de golo, estando o jogo equilibrado e com jogadas de relativo perigo nas duas áreas. Seria numa dessas jogadas que a equipa do Futebol Benfica se iria adiantar no marcador, através de Januário, que após uma jogada de insistência de Miguel colocou o 0-1 no marcador.

O resultado iria manter-se inalterado até ao fim dos primeiros 45 minutos, e o técnico de “O Elvas” iria então proceder à entrada de Glaedson (não se compreendendo ainda muito bem o porquê de ter iniciado o jogo no banco) na tentativa de mudar o rumo dos acontecimentos.

A equipa da casa entrou mal na segunda parte, e o Futebol Benfica dispôs de duas boas ocasiões para dilatar a vantagem no marcador, apenas desbaratadas por duas boas intervenções de João Godinho. E após esta fase em que começava a parecer provável sofrer o 0-2, foi a equipa da casa a chegar ao empate no minuto 59, através de um cabeceamento de Eduardo em resposta a um livre batido por Glaedson (o tal que veio do banco…).

O jogo manteve-se equilibrado e começou a pensar-se que a equipa da casa poderia dar a volta ao marcador, mas tal não passou de uma ilusão, dado que seria a equipa forasteira a adiantar-se novamente no marcador, através de um bom trabalho individual de Januário dentro da área alentejana, que conseguiu rodar com um excelente controlo de bola e colocar a bola por baixo do guarda-redes elvense.

A equipa d’O Elvas via-se assim de novo na posição de perdedor, e iria no minuto seguinte proceder à entrada de Lourinho (mais um jogador que não se compreende o que estava a fazer no banco), esgotando assim as substituições dado que Ivo (e ainda mais um que estava no banco sem se saber porque…) tinha entrado no decurso da segunda parte.

Quando se esperava que a formação elvense fosse pressionar a equipa do Futebol Benfica na tentativa do empate, duas jogadas reduziram a equipa a 9 jogadores, primeiro através da expulsão rigorosa de Ivo numa falta a meio-campo, e depois devido à lesão de Mauro que chocou com a protecção que fica por trás da baliza.

O jogo iria assim chegar ao fim com o resultado de 1-2, que não merece contestação dada a forma como os acontecimentos decorreram em campo. “O Elvas” necessitará outra atitude e outra vontade para conseguir terminar o campeonato da forma menos má, ou seja permanecendo na III divisão.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Acabou a Suspensão

Terminou ontem a suspensão do Glaedson, conforme avança a RádioElvas:

"O futebolista Glaedson foi reintegrado no grupo de trabalho do plantel sénior de "O Elvas” CAD, após dez dias de suspensão de toda a actividade do clube. A decisão foi tomada ao fim da tarde desta quinta, dia 26, pela Direcção "azul-e-ouro”, tendo em conta os pedidos de desculpas que o futebolista endereçou aos dirigentes do clube, pelo acto de indisciplina cometido na viagem de regresso de Porto Santo, no passado dia 15.
A Direcção do Clube Alentejano de Desportos comunicou a decisão tomada a todo o plantel e ao próprio jogador, ao princípio desta noite. Segundo o presidente da Direcção, Eurico Candeias, "os directores foram sensíveis à situação familiar complicada” do médio brasileiro e tiveram ainda em conta "os interesses desportivos do clube que é necessário defender” nesta ponta final da temporada.
Note-se que "O Elvas” decide a permanência no campeonato nacional de futebol da III Divisão na segunda fase da prova, a disputar entre 5 de Abril e 10 de Maio, a duas voltas, na subsérie E1onde se integram também as equipas do Machico, Futebol Benfica e Cartaxo. Os jogadores "azuis-e-ouro” treinam esta semana até sábado à tarde, descansam sábado e domingo, retomando a preparação na próxima terça-feira dia 31, com vista à recepção ao Futebol Benfica, a 5 de Abril às 16 horas no Estádio Municipal, na primeira jornada da segunda fase do campeonato."


Acreditamos para bem da nossa equipa e do próprio atleta que terá sido o melhor para ambas as partes, o profissionalismo demonstrado até agora pelo atleta e o seu pedido de desculpa merecem uma 2ª oportunidade.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Glaedson suspenso até ao final da época

Segundo informações retiradas do site da Rádio Elvas, o jogador brasileiro Glaedson está suspenso de toda e qualquer actividade do clube. Na base desta decisão dos dirigentes está o comportamento do jogador em questão logo após o jogo com o Portosantense, no passado dia 15.

Sem especificar, a Rádio Elvas adianta que, e passamos a citar: "...a partida com o Portosantense acabou cerca das 17 horas, enquanto "O Elvas” só saiu da ilha já depois da meia-noite. Este intervalo de sete horas foi fatal, para o desenrolar dos acontecimentos que desembocaram nesta situação de ruptura. A forma como Glaedson se apresentou junto da restante comitiva já a caminho do aeroporto e o seu comportamento na aerogare e no avião durante o voo para Lisboa são os factos alegados pela Direcção do clube para a suspensão do futebolista."

Aguardamos novas informações relacionadas com este caso, que para além de ainda vir a dispender muita tinta, determina a ausência de Glaedson até ao final da presente temporada.

O Elvas - FC Crato

No jogo deste domingo, a equipa de O Elvas que já não tinha possibilidade de lutar pelos 6 primeiros lugares, terminou a 1ª fase do campeonato da pior forma, com uma derrota em casa com a equipa do FC Crato.

A equipa de “O Elvas”, tentou desde o início do jogo criar jogadas de ataque que lhe permitissem ganhar uma vantagem no marcador, no entanto via-se um futebol algo confuso, com a bola a não chegar à área de finalização em condições óptimas para os avançados da equipa da casa.

A primeira parte foi decorrendo, e esperava-se que a qualquer altura a equipa da casa conseguisse adiantar-se no marcador, dado que a bola circulava a maior parte do tempo dentro do meio-campo forasteiro. No entanto o futebol tem destas coisas, e seria a equipa do Crato a adiantar-se no marcador através de Clodoaldo, à passagem do minuto 40, na marcação de um canto em que a defesa e o guarda-redes do Elvas têm alguma responsabilidade, dado que a bola parece não tocar em ninguém no seu percurso até ao fundo das redes.

A primeira parte iria terminar com o resultado em 0-1, e a segunda parte iria mostrar uma equipa com poucas ideias a tentar chegar ao empate, resultado esse que não aconteceu devido à boa actuação do guarda-redes forasteiro, que nas poucas ocasiões que foi posto à prova respondeu da melhor forma, efectuando 3 ou 4 boas defesas que permitiram que a equipa do Crato saísse de Elvas com os 3 pontos.

O Elvas termina assim a primeira fase com uma exibição pobre, e que deixa algumas dúvidas em relação a qual poderá ser o desfecho deste campeonato.

O sorteio relativo à segunda fase já foi efectuado e determinou os seguintes jogos :

1ª jornada, 5 de Abril
Elvas – Futebol Benfica
Machico – Cartaxo

2ª jornada, 11 de Abril
Cartaxo – Elvas
Futebol Benfica – Machico

3ª jornada, 19 de Abril
Elvas – Machico
Futebol Benfica – Cartaxo

4ª jornada, 26 de Abril
Futebol Benfica – Elvas
Cartaxo - Machico

5ª jornada, 3 de Maio
Elvas – Cartaxo
Machico – Futebol Benfica

6ª jornada, 10 de Maio
Machico – Elvas
Cartaxo – Futebol Benfica

A classificação para esta segunda fase irá estar da seguinte forma:

1º Machico – 18 pontos
2º O Elvas – 17 pontos
3º Futebol Benfica – 16 pontos
4º Cartaxo – 9 pontos

Desta série irão descer os dois últimos classificados, sendo que a nível nacional das 12 sub-séries que irão estar em jogo, irão descer também os 3 piores segundos classificados, pelo que o único lugar que garante a permanência é o primeiro.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Acabou o Sonho!

"O Elvas” perdeu este domingo no terreno do Portosantense por uma bola a zero, hipotecando desta forma as hipóteses de chegar aos seis primeiros lugares na Série do Nacional da III Divisão.

Na primeira parte pertenceram ao Clube Alentejano de Desportos as duas grandes ocasiões para inaugurar o marcador, aos 11 minutos por intermédio de Mauro e aos 19 por Rui Santos.

Já na etapa complementar, Mauro voltou a desperdiçar uma grande ocasião para marcar, embora nessa altura o domínio territorial pertencesse à formação insular.

À beira do derradeiro quarto de hora da partida o Portosantense ficou reduzido a dez unidades por expulsão do defesa lateral Serginho.

"O Elvas” ainda viu um golo ser anulado por fora de jogo a Toni Vidigal, mas o pior estava para vir quando, ao minuto 90, Braguinha fez o tento que deu a vitória à formação insular.

Série E: quase tudo definido

Camacha é lider incontestado
Foram estes os resultados completos na 23.ª e penúltima jornada da primeira fase da Série E do Nacional da III Divisão: Casa Pia,2 – Sintrense,1; 1.º de Dezembro,0 – Camacha,3 (estas duas partidas acompanhadas também por equipas de reportagem da Rádio Elvas); Machico,2 – Rio Maior,1; Câmara de Lobos,2 – Cartaxo,1; Crato,0 – Igreja Nova,0; e Atlético do Cacém,3 – Futebol Benfica,2.

À partida para a 24.ª e última jornada desta etapa inaugural da prova, a classificação ficou assim: 1.º Camacha – 57 pontos; 2.º Igreja Nova – 44; 3.º Rio Maior – 41; 4.º Casa Pia – 41; 5.º Portosantense – 39; 6.º Sintrense – 35; 7.º Machico – 35; 8.º 1.º de Dezembro – 33; 9.º "O Elvas” - 33; 10.º Câmara de Lobos – 32; 11.º Futebol Benfica – 30; 12.º Crato – 22; 13.º Atlético do Cacém – 17; 14.º Cartaxo – 14 pontos.

"O Elvas” fecha a primeira fase do campeonato recebendo o Crato no próximo domingo no Estádio Municipal.

(fonte Rádio Elvas)

Tribalistas tudo fizemos para ver o Colosso nos lugares de acesso à tão desejada subida, mas não vai ser possível. É um sentimento de frustração, pois "O Elvas" tem equipa para estar dentro do grupo dos seis primeiros.
No entanto os erros pagam-se caros, e com 10 derrotas é difícil poder alcançar grandes objectivos.
Resta agora cumprir e pensar em estruturar a próxima época.

segunda-feira, 9 de março de 2009

O Elvas 4 - 0 Atlético do Cacém

No jogo deste domingo o Elvas atropelou literalmente a equipa do Atlético do Cacém, uma equipa que nunca deu sinal de poder discutir o resultado, e saiu por isso vergada a um resultado de 4-0, tendo a equipa do Elvas falhado oportunidades que chegariam para pelo menos mais 4...

O jogo iniciou-se numa toada calma, com as equipas provavelmente a acusarem a tarde de calor que se verificava, mas com a equipa d'O Elvas a empurrar os adversários para a sua defesa, havendo no entanto ainda tempo para permitir que a equipa forasteira tivesse duas oportunidades que poderiam ter tornado o jogo complicado.

Tal não aconteceu, e seria a equipa da casa que iria adiantar-se no marcador aos 26 minutos através de Mauro, que depois de ultrapassar o guarda-redes encostou para o fundo da baliza.

A equipa da casa iria então entrar num período de 8 minutos, em que por mais duas vezes colocou a bola no fundo das redes, em ambas as ocasiões por Lourinho. O primeiro golo (30') na sequência de uma boa jogada que permitiu que surgisse sozinho frente ao guarda-redes, fintando-o e colocando o 2 no placard, e o segundo golo (34') através de uma boa antecipação que permitiu que encostasse para a baliza sem qualquer hipótese para o guarda-redes forasteiro.

O jogo chegava assim ao intervalo, com o marcador definido, já que da parte da equipa do Cacém não se via qualquer reacção que permitisse pensar noutro resultado que não a vitória.

A segunda parte iria ser uma continuação daquilo que se tinha verificado na primeira, com a equipa do Elvas a chegar com ocasiões claras à baliza do Atlético do Cacém, não tendo no entanto a felicidade de conseguir acertar na baliza. Duas bolas no poste, uma ocasião clara de Mauro, outra de Toni Vidigal, e uma grande penalidade falhada, e mesmo assim o resultado mantinha-se em 3-0.

Seria já no período de descontos que Tiago Vidigal, que tinha entrado ao minuto 85, iria colocar o 4-0 no marcador, o seu primeiro golo pela equipa d'O Elvas, através de um bom remate dentro da grande área.

O jogo chegava assim ao fim, numa tarde em que o marcador poderia ter sido mais dilatado.

Uma última nota para um comentário Radioelvas, o facto de a Tribo brindar com "olés" a prestação da sua equipa foi devida às constantes provocações do jogador nº 9 do Cacém, não somos os primeiros a fazer isto nem seremos os últimos, a vitória e a exibição da equipa d'O Elvas não ficaram manchadas por este facto, mais grave terá sido o comportamento do jogador forasteiro que deveria ter outro tipo de atitude.

Em baixo seguem exemplos de como não somos os primeiros :


video video

domingo, 1 de março de 2009

Empate com o 1º de Dezembro

Depois de uma sensacional vitória frente ao líder, "O Elvas CAD" voltou a marcar passo, empatando com o 1º de Dezembro a zero, no primeiro de quatro jogos já intitulados de autênticas "finais".

A aproximação ao grupo dos seis primeiros depende só dos três próximos jogos, onde os dois jogos em casa são contra o penúltimo e o antepenúltimo, Atl.Cacém e Crato respectivamente.
A próxima partida, justamente com o Atl.Cacém, tem data marcada para dia 8 de Março, com o jogo a realizar-se no Municipal de Elvas.

Palavra ainda para o grande Toni Vidigal que hoje comemora 34 anos! A Tribo Azul e Ouro felicita o Capitão com votos de muita felicidades quer na vida pessoal como profissional.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Vitória Saborosa

Foi deveras uma vitória muito saborosa a conquistada este domingo pelo colosso, arte, engenho e sobretudo um grande espírito de equipa, derrotou uma que “só” tinha perdido uma vez em todo o campeonato. E diga-se em abono da verdade, que demonstrou em Elvas o porque de ser o primeiro classificado, foi de todas as equipas que passaram pelo municipal a que tratou melhor a bola, tendo inclusive um ou outro jogador que estarão a mais nesta III divisão. Mas do outro lado, encontrou uma equipa na verdadeira acessão da palavra, e com isso os lideres não contavam, foi sem sombra de dúvidas a melhor exibição de “ O Elvas” no Campo Patalino esta época. O jogo iniciou-se numa toada de expectativa por parte do Colosso, sendo que o Camacha começou a demonstrar os seus dotes, criando duas boas oportunidades para inaugurar o marcador, no entanto Godinho numa primeira para canto e numa segunda segurando a bola efectua duas boas defesas. Ao colosso couberam durante a primeira parte dois contra ataques muito bem delineados, que só não resultaram em golo primeiro por falta de objectividade por parte de Lourinho e depois pelo desacerto de Mauro. No entanto, este último refez-se do falho e numa jogada de grande astúcia, libertou-se do defesa e á saída do guarda-redes desviou para o fundo inaugurando o marcador. Até final da primeira parte o Camacha carregou no acelerador e conseguiu chegar ao empate num golo, que teve tanto de estranho como de duvidoso, no entanto ao intervalo o 1-1 no marcador era perfeitamente justo. No arranque da segunda parte novamente Mauro consegue-se desenvencilhar-se do seu marcador (sem falta, estava no enfiamento da Tribo) e assistiu para que Lourinho adianta-se o Elvas novamente no marcador. A partir daí foi uma pressão, sempre consentida diga-se, por parte do Camacha e á qual nunca conseguiu ludibriar a boa exibição em termos defensivos por parte do Elvas. Realce apenas para duas situações de perigo, uma Godinho efectua a defesa da tarde e no canto, a inércia do atacante do Camacha ditou um remate dentro da pequena área ao lado. Já perto do final quando os madeirenses começavam a jogar mais com o coração do que com a cabeça, o jogador nº7, agrediu Godinho no que poderia ter sido uma expulsão. Entretanto ao minuto 87 através de um contra ataque explosivo conduzido por Carapinha, este fixou o resultado em 3-1 a favor do Colosso, ditando assim a conquista de três preciosos pontos. Uma ultima palavra para a equipa da madeira demonstrou o porque de estar em primeiro lugar, são na verdade uma boa equipa.
Esperemos que esta vitória acompanhada por um bom resultado no próximo domingo leve o Elvas a conseguir a entrada nos 6 primeiros lugares.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

9ª Derrota

"O Futebol Benfica venceu "O Elvas” por 1-0, no Estádio Francisco Lázaro, em Lisboa, em partida da 21.ª jornada da Série E do Nacional de Futebol da III Divisão. Além de ter perdido este encontro, o Clube Alentejano de Desportos perde ainda Glaedson: o brasileiro foi expulso no minuto 55 e vai faltar as duas partidas seguintes, Camacha (casa) e 1º de Dezembro (fora).
O golo que decidiu o encontro foi no minuto 15: cruzamento a meia altura de Alex I, com o guarda-redes Godinho a socar mal e a deixar a bola ao alcance de Janu, que rematou de bibicleta para o fundo da baliza, ainda com Gambóias a tentar evitar o tento. Até ao intervalo, o conjunto elvense desperdiçou algumas ocasiões para restabelecer a igualdade, mas nos derradeiros instantes da primeira parte foi ainda a vez de Godinho evitar o segundo tento do Futebol Benfica.
A segunda parte foi menos interessante, com os locais a dominar as superioridades do marcador e numérica, com os alentejanos desarticulados para inverter os acontecimentos. Nesta fase da prova, a cinco encontro do fim da primeira fase, os "azul-e-ouro” estão muito mal colocados para atingir os seis primeiros lugares da classificação. Má arbitragem do trio ribatejano, com o árbitro principal a mostrar falta de critério técnico, em prejuízo das duas equipas."
E assim escreveu a RádioElvas mais uma derrota da equipa do "O Elvas" neste campeonato. A realidade está á vista 5 jogos para o final 5 pontos para alcançar o 6º lugar, está dificil o objectivo mas acreditemos que no proximo domingo, pelas 15 horas consigamos três pontos muito importantes contra o líder desta série E da III divisão.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O Elvas 1 - 1 Rio Maior

No encontro deste domingo no Municipal a equipa d’O Elvas voltou a marcar passo, empate com a equipa do Rio Maior ao cair do pano, com a equipa da casa a perder 2 pontos que podem vir a ser preciosos para a entrada nos seis primeiros lugares.

O jogo começou com as duas equipas a estudarem-se e com poucas hipóteses de golo, tendo a primeira parte decorrido neste tom monótono e sem grandes motivos de interesse em qualquer uma das balizas. De destacar apenas uma jogada confusa dentro da área do Rio Maior, na qual nenhum jogador do Elvas conseguiu dar o toque final para colocar a bola dentro da baliza.

Na segunda parte a equipa da casa entrou com outra disposição, e através de um futebol mais agradável foi-se acercando à baliza do Rio Maior. E seria à passagem dos 68 minutos que iria chegar ao primeiro golo, através de uma excelente triangulação, cruzamento de Ivo, com Toni Vidigal a devolver a bola para a entrada da pequena área para Mauro encostar para o fundo da baliza.

O Elvas adiantava-se assim no marcador, e adivinhava-se um aumento da pressão por parte do Rio Maior.

A equipa da casa começou a recuar no terreno, permitindo uma subida do Rio Maior que cada vez mais começa a colocar cerco à baliza de Cristo. E seria à passagem do 3º minuto de descontos que iria acontecer aquilo que já ninguém esperava, uma bola perdida à entrada da área, com a defesa d’O Elvas a ser pouco lesta a aliviar o perigo, permitindo que Dimas rematasse à baliza com a bola ainda a bater num jogador do Elvas e só parando no fundo das redes.

O Elvas deitava assim fora dois pontos no fim da partida, num jogo equilibrado mas que poderia ter tido outro resultado não tivesse sido aquela desconcentração nos instantes finais.

A seis jornadas do fim “O Elvas” encontra-se a dois pontos da sexta posição, e todos os pontos são necessários para o ansiado salto para o grupo da frente. Na próxima jornada uma deslocação ao campo de um adversário directo, o Futebol Benfica que se encontra neste momento com um ponto menos que a equipa elvense.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

TODOS AO ESTÁDIO



Caros sócios, simpatizantes e população elvense em geral, associamo-nos ao nosso caro "cidad'elvas" blogger que lançou o slogan de apoio ao nosso "Colosso", para ir junto ao que de mais próximo nos temos com esta equipa que é o Estádio Municipal. No próximo Domingo 8 de Fevereiro pelas 15 horas, contamos com todos vós para no lugar do costume, (Bancada Norte), apoiar a nossa equipa para o que desejamos seja a conquista de três pontos preciosos nesta fase do campeonato e continuar a acreditar numa equipa, que tantas alegrias nos tem dado ao longo de toda a sua história. TODOS AO ESTÁDIO é o nosso lema para que todos juntos consigamos ser uma vez mais a força que impulsiona as vitórias da nossa equipa.
Não esqueçam Domingo TODOS AO ESTÁDIO.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Extinção da III Divisão de Futebol

A Assembleia Geral da Federação aprovou no passado sábado o que seria a extinção do futebol de “3ª”. A votação, que contou com a oposição forte da Associação de Braga, resultou no terminus do campeonato na época de 2010/2011, ficando assim os campeonatos distritais com maior equilíbrio, mais competitividade, maior interesse e sobretudo menos custos para os clubes e federação, originando provavelmente uns campeonatos distritais que seguramente irão estar ao rubro. Certo é que existiam várias dúvidas assim que dita assembleia terminou, mas eis que a própria federação, ontem deu inicio á visualização das gravações em virtude de alguns esclarecimentos solicitados, quer por dirigentes da própria federação quer das associações que ficaram com “dúvidas” da votação. É que segundo alguns meios de comunicação social, existiu uma primeira votação sobre a remodelação da 2ª e 3ª divisão, sendo que á posterior foi votada em sentido contrário, uma proposta da Associação do Algarve que previa a extinção do campeonato da 3ª divisão, enfim, veremos senão estará por aqui mais uma cena caricata do nosso “futebolzinho”. Resumindo a proposta que foi aprovada, esta prevê a extinção da 3ª divisão, sendo que ficaria a 2ª divisão com 4 séries de 16 descendo os últimos 5 em cada série para os respectivos campeonatos Distritais, no entanto as dúvidas são mais que muitas e só para dar um exemplo, a que foi colocada aos microfones da Rádio Elvas pelo Presidente do nosso “Colosso”, na época anterior o que aconteceria aos 6 primeiros classificados em cada série da III divisão? Desciam aos Distritais? No meio de tantas dúvidas uma certeza existe, só equipas saudáveis permitem ter campeonatos que possam ser um chamariz de adeptos.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

O Elvas CAD 1 - Igreja Nova 0

À falta de 7 jogos para o final da primeira fase da III Divisão, a equipa d´O Elvas venceu o Igreja Nova por 1-0 com golo de Toni Vidigal aos 33 minutos, estando a dois pontos da meta do 6ºlugar.

O Elvas CAD é oitavo com 25 pontos e o 1ºDezembro sexto classificado com 27. Pelo meio está a equipa do Câmara de Lobos com 26 pontos.

Para a próxima semana, O Elvas CAD recebe o Rio Maior, segundo classificado.

sábado, 31 de janeiro de 2009

Proposta da FPF

"Os projetos, elaborados por uma comissão constituída pelas associações de Lisboa, Madeira, Porto e pelo departamento técnico da Seleção, causaram polémica logo que foram divulgados pela FPF, sobretudo no que respeita às alterações para a 3.ª Divisão: a prova terminaria, substituída por uma denominada 3.ª Divisão Pró-Nacional, de âmbito distrital. Uma espécie de regionalização do escalão, com a intenção de reduzir nos custos da arbitragem e não só."
(in Record)

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Nova contratação para o ataque

Barracho é a mais recente contratação da turma azul-e-ouro. Depois de uma passagem pelo Futebol Benfica na época transacta, este ponta-de-lança de apenas 20 anos chega a Elvas tendo no seu currículo passagens pelo Estrela da Amadora, Casa Pia e Estoril. Salienta-se ainda o facto de parte da sua formação ter sido nas escolas do Sporting, nomeadamente nos escalões de infantis e juvenis.

O jovem jogador rubricou um contrato até ao final da presente temporada, graças ao aval positivo por parte do mister Paulinho.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Vitória no Cartaxo

"O Elvas” foi este domingo ao Cartaxo vencer por duas bolas a uma, em partida correspondente à 18.ª jornada do Nacional de Futebol da III Divisão.
Curiosamente, a partida não teve golos até ao minuto 82, quando, num livre directo batido a grande distância da baliza alentejana por Koeman, a bola ressaltou na relva antes de passar por debaixo do guarda-redes João Cristo.
O empate foi conseguido de grande penalidade pelo brasileiro Glaedson, aos 89 minutos, na conversão de uma grande penalidade cometida sobre Mauro, que significou a expulsão do capitão do Cartaxo, Vidais.
Foi no segundo de seis minutos de compensação dados pelo árbitro que "O Elvas” chegou à vitória, de novo por Glaedson, a culminar de cabeça um cruzamento de Carapinha.
Com este triunfo no terreno do "lanterna vermelha”, o Clube Alentejano de Desportos chega à fasquia dos 21 pontos e volta a acreditar na possibilidade de chegar aos seis lugares cimeiros da classificação, que dão direito a lutar pela subida.
"O Elvas” tem agora uma sequência de dois jogos em casa: na próxima jornada, a 1 de Fevereiro, perante o Igreja Nova, que é terceiro classificado; e no dia 8 frente ao Rio Maior, que ocupa a segunda posição nesta Série E.
"In Radioelvas"

Acrescentamos que pelo que escutamos pelo relato, foi uma vitória muito sofrida e com a pontinha de sorte que nos faltou em diversas jornadas esta época. Saudamos assim, uma vitoria que juntando com mais duas possiveís, nas duas seguintes jornadas que se avizinham, (Igreja Nova e Rio Maior) no nosso estádio, poderão modificar por completo esta ponta final do "Colosso".

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

O Elvas CAD 1 - Sintrense 1

Mais um mau jogo da turma elvense, onde contra um adversário directo e a jogar em casa, não conseguiu levar de vencida uma equipa do Sintrense que rivaliza no mesmo número de pontos, 19.

André Cacito deu um pontapé no marasmo e aos 70´resolveu inaugurar o marcador. Cinco minutos depois, Glaedson de grande penalidade restabelece o empate.

Com 15´para jogar, os alentejanos não só não conseguiram superiorizar-se ao Sintrense, como ainda viram uma bola esbarrar na trave nos instantes finais.

Tudo se complica, e apelando ao realismo e bom senso, a verdade é que as oportunidades de poder subir ao grupo que disputará a poule final são escassas.

Palavra final de apreço ao adepto sintrense Bruno Nabiça que disponibilizou o vídeo do jogo.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

A Analise

O embate deste fim-de-semana do nosso colosso, trás à nossa terra, um clube que nos ultimos anos varias vezes se tem cruzado com o emblema azul e ouro. Abaixo deixamos os resultados verificados nas ultimas épocas:

26/08/07 J1 O Elvas 2-1 Sintrense Série E 07/08
04/02/07 J16 O Elvas 2-1 Sintrense Série E 06/07
08/01/06 J15 O Elvas 1-2 Sintrense Série E 05/06
02/10/04 J4 O Elvas 3-1 Sintrense Série E 04/05

Se exceptuarmos a época de 05/06 o colosso superiorizou-se sempre aos da linha de Sintra, esperemos que consigamos uma nova vitória que nos permitirá, quem sabe, levantar definitivamente o vôo rumo à luta pelos lugares cimeiros (6 primeiros).

domingo, 11 de janeiro de 2009

A.D.Machico 2 - "O Elvas CAD" 1

Tentava-se a vitória e o resultado foi uma derrota. Após o golo de Mauro aos 20´da segunda parte, o certo foi que o Machico conseguiu virar o marcador em apenas um minuto, mais concretamente na viragem do 31´para o 32´.
Primeiro Pires, e depois Orlando, estes são os autores da reviravolta no marcador que não permite ao conjunto alentejano a ascenção ao grupo da frente.

Neste encontro, os jogadores azul-e-ouro foram: Cristo; Gambóias, Rui Santos (Silveira, 87´)Chinita e Fernando Roque; Largueiras, Carranca (Carapinha 80´), Vasco Malhado (Lourinho 88´) e Glaedson; Mauro e Toni.

sábado, 10 de janeiro de 2009

A.D.Machico - "O Elvas CAD"

A 16ªjornada está aí, e a equipa azul-e-oiro tem mais uma difícil deslocação, desta feita ao Municipal de Machico para defrontar a Associação Desportiva local.

O conjunto madeirense está apenas a 3 pontos de distância e num convidativo 6ºlugar. Depois de duas vitórias seguidas, um triunfo na Madeira pode significar uma importante aproximação ao grupo de seis conjuntos que disputarão a subida.

Novo desafio para os comandados de Paulinho, onde nos últimos 5 encontros entre si, o empate foi o resultado que se verificou mais vezes (3), apesar da derrota, já esta temporada no Municipal de Elvas, por 0-1.