terça-feira, 23 de março de 2010

Passivo d'"O Elvas" quase pago

Ontem a Tribo Azul e Ouro esteve presente na Assembleia Geral d’”O Elvas”, onde os sócios ficaram a conhecer que as dívidas às Finanças e Segurança Social estão liquidadas. 107 mil euros que quase obrigaram a fechar portas, mas que pelo empenho das direcções presididas por Eurico Candeias o montante está pago. Já podemos sorrir, pois o desafogo financeiro é uma realidade e a principal preocupação dos dirigentes está praticamente resolvida.
Eurico Candeias também revelou que “O Elvas” vai pagar em dois/três meses, cerca de 10 mil euros para liquidar as dívidas ao Hospital de Santa Luzia, à Associação de Futebol de Portalegre, ao gabinete de contabilidade que trata das contas do clube e a comerciantes e fornecedores diversos.
A Direcção também revelou que a conta caucionada no BES foi renegociada para 5 anos, com prestações bem mais suaves, passando esta a ser a única dívida corrente do clube nos próximos tempos, das que vinham de um passado conturbado e sem rumo.

Por tudo isto temos de louvar o trabalho do Eurico Candeias, pois recuperou financeiramente um clube moribundo e sem qualquer futuro, tornando-o numa instituição que está a recuperar a credibilidade perdida. Os elementos da Tribo Azul e Ouro como sócios d’”O Elvas” sentem enorme satisfação pelo facto, e agradecemos o trabalho de grande esforço do presidente Eurico Candeias e respectivas direcções, nesta missão quase impossível de reabilitar o clube economicamente num período de grande crise mundial.

Para os que não estiveram presentes na AG informamos que as contas irão ser afixadas na sede do clube, permitindo assim aos mais interessados ver os números actuais que conduziram ao acima exposto.

Desportivamente é que as coisas não são tão animadoras. O presidente assumiu a má época desportiva da equipa sénior, que mesmo tendo possibilidades de ainda atingir o objectivo da subida, não esconde que foram vários os erros da Direcção ao longo desta temporada que não nos permitem, para já, liderar o Distrital.
Foi a partir daqui que a AG teve uma maior intervenção dos sócios, com elementos da Tribo Azul e Ouro a darem as suas opiniões sobre o estado desportivo actual do clube. Não havendo dinheiro para contratar jogadores de qualidade, pensamos que a melhor forma de sustentar o clube será alicerçar o futebol juvenil, de forma a conseguirmos encontrar mais jogadores como o Luís Vidigal, o Toni Vidigal, ou o Henrique Sereno (este com a formação n’”Os Elvenses”). Sendo um clube de interior e sem grandes recursos económicos, toca construir a casa pela base, ou seja pelos mais jovens. Claro está que com isto não queremos dizer que a formação está a ser mal trabalhada. Antes pelo contrário, pois é louvável o trabalho feito, reconhecido por muita gente e que deve continuar, mas melhor estruturado e com intervenção da Direcção.

Este trabalho deve ser feito rapidamente, já para a próxima época, sem logicamente descurar a equipa sénior que é sem dúvida o verdadeiro pólo de atenção de todos e a forma de se conseguirem apoios económicos mais significativos.
Já que contamos com um técnico profundo conhecedor da realidade do futebol distrital, e que Eurico Candeias ontem informou que Jorge Almeida será o treinador para a próxima época, façamos a prospecção necessária para trazer os bons jogadores que o concelho de Elvas tem espalhados pelo distrito. Seria uma equipa mais barata, de maior qualidade, e com mais garantias de sucesso, conseguindo assim um plantel mais identificado com “O Elvas”.

Ontem com cerca de 30 sócios presentes, muito poucos para o universo de sócios que o clube tem, pensamos que os “jovens”, como disse Eurico Candeias, demos um pequeno contributo para o que pensamos ser o caminho a seguir. Sentimos isso pelas intervenções de outros sócios mais experientes nestas coisas, e demonstrámos que “O Elvas” está vivo!

Um abraço do tamanho do mundo a todos os tribalistas

15 comentários:

Anónimo disse...

A gente nova da Tribo demonstrou que tem ideias certas.
Para bem do clube, é necessário que esta malta nova dê o seu contributo na Direcção do clube.
Faço votos para que tal aconteça, mas sem deitar fora outros, mais velhos e mais batidos nas andanças do dirigismo associativo elvense.

Anónimo disse...

Em termos desportivos ainda é possível.
É difícil? Claro que é.
É possível? Sim!
Acreditemos, então.

Anónimo disse...

Para "O Elvas", basta isto:
- ganhar todos os jogos até ao fim do campeonato;
- Crato não ganhar em Campo Maior.
Já está!
"O Elvas" vence o Distrital e marca-se uma assembleia geral para o Santuário do Senhor Jesus da Piedade, para pôr lá uma carrada de velas.

Anónimo disse...

Optimismo com fartura.
O que é bom.
O optimismo é a base do êxito desejado.

Anónimo disse...

Um voto de louvor a Eurico Candeias? Porra, ainda se fosse para o Rondão até compriendia, agora para o Eurico? Onde é que ele foi buscar a massa para pagar as dívidas? Á Cãmara, claro. E onde irá buscar o que falta? Á Cãmara, claro. Engana-me que eu gosto.

Luis Mendes disse...

Gostei essencialmente do comentario do ultimo treinador, ai está a verdade, foi a camara que pagou todas as facturas que existiam, se é que estão realmente pagas, pois este presidente não fez nada, foram as nossas contribuições.
Será que informou os associados tambem de que já liquidou aos actuais jogadores e aqueles que dispensou o que lhes deve????
Ou não pagou??? eu sei que não, e quando se gaba de ter liquidado 107000 euros, poderia ter pago uns miseros 675 euros aquele que chamou de filho e que no fim do passado mes de Fevereiro lhe cortou a alimentação... Que belo presidente que paga ordenados de 150 euros por mes e ainda deve metade do mes de Janeiro e o mes de Fevereiro na sua totalidade. Não deve ser um digno presidente, quando se gaba do que não conseguiu fazer e não conta a verdade do que faz.
Mas, haverá mais em próximos episódios...
Não sou anónimo, nem me escondo por detras de tal palavra, pois falo frontalmente com as pessoas quando elas me quizerem receber...
Luis Mendes

Anónimo disse...

"louvar o trabalho do Eurico Candeias"
é por estas coisas, estas pequenas palmadas nas costas que se ganham bons tachos..
Por falar em tachos, saibam aqui que a pessoa do presidente é sim um grande vigarista isso sim, e a esperteza nem é muita! Mas quem lhe bte palmas ainda é mais parvo!

Pedrofigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedrofigo disse...

Já agora agradecia que o anónimo das 11:17 indicasse se foi à AG, dado que o assunto aqui debatido está a ser esse. No tocante à parte do "Quem lhe bate palmas ainda é mais parvo!", acho que não vou baixar ao seu nível para responder... Cada qual é responsável pelas suas atitudes e por aquilo em que acredita... E uma última nota, tachos?? Tachos para quê? Todos nós ( e no caso refiro-me ao grupo de amigos que nos auto-denominamos Tribo Azul e Ouro) apoiamos o Elvas desinteressadamente e sem ter em vista poleiros ou tachos... Como tal, assino o comentário, há quem não o faça...

Scottish disse...

Apoio o comentário do Figo, pois o Anónimo das 11h17 deveria dizer se esteve presente na Assembleia Geral. Duvido que o tenha feito pois de contrário talvez tivesse tomado esta posição frontalmente, e como não vimos ninguém fazer isso...
Não é na blogosfera que deve falar mal de tudo e todos, mas sim nos locais próprios, ou seja nas Assembleias Gerais caso seja sócio. Não pode dizer que o Presidente ou outra pessoa, é um vigarista sem ter bases para o dizer. Diga-lhe isso frontalmente, debata essa ideia com o visado e aí sim poderá demonstrar as suas afirmações.
Mas a parte dos tachos é a mais engraçada e em especial a afirmação "Mas quem lhe bte palmas ainda é mais parvo!".
Estou como o Figo, se respondesse à letra estaria a cair ao seu nível, pois pelo menos nós elementos da Tribo Azul e Ouro identificamo-nos e todos sabem quem somos.
Não sei a que tachos se refere pois se indica este grupo de amigos à procura de tacho n'"O Elvas", só pode estar a brincar.
Reitero o comentário do Figo, somos um grupo de amigos que apoia desinteressadamente o clube, que queremos ver o Colosso cada vez mais de "fronte erguida e altaneira", como diz o nosso hino.

Anónimo disse...

o elvas so vai conseguir subir de divisao reunindo alguns jogadores da terra que andam por outras ekipas do distrital e com qualidade mas acredito que o jorge almeida e a pessoa ideal para fazer isso pois conhece muito bem os jogadores e garanto vos que p elvas subira de divisao sem duvidas nenhumas e com uma equipa mais barata de certeza!

Anónimo disse...

pois pois agora os jogadores da terra ja sao bons e fazem falta, antes so quem vinha de fora (lisboa e arredores) é que eram bons. ate da vontade de rir (faltam os benditos euros a pois e)

Vitor disse...

Ora bem... Quem me conhece sabe que já passei pelas 2 situações. Quando cheguei era jogador de fora e, passados uns bons anos, já era considerado jogador da terra(muito obrigado por isso).
Acho justo quem vem de fora ganhar mais porque está longe da família e tem mais despesas. A malta da terra sempre tem a mãe e o pai para ajudar numa situação de aperto, enquanto a malta de fora não tem ninguém, à excepção de amigos feitos cá.
Sou completamente a favor de jogadores fora de Elvas que ganham mais mas terão que ser REALMENTE melhores do que os que cá estão e fazer a diferença em posições chave e nunca em nº superior a 3 ou 4.
A maioria do plantel terá de ser da nossa região com aproveitamento dos jogadores mais evoluídos combinado com o aproveitamento da formação do clube.
Aqui chegamos a um ponto fundamental. Não basta formar jogadores, a nossa formação tem que formar Homens. De que vale apostar em miúdos de 10 anos, dar-lhes formação técnica até aos 16 e depois eles não quererem ser profissionais e preferirem "beber uns copos" com os amigos à sexta e ao sábado?
Há que incutir realmente nestes miúdos o orgulho que é vestir a camisola do nosso clube. Entrar em campo a ouvir o nosso hino e ter os olhos cheios de lágrimas da emoção. Ter um "orgasmo" quando mandamos uma bola ao poste e ouvimos o "BRUÁÁÁÁÁ" nas bancadas, ou quando marcamos um golo e temos vontade de abraçar a bancada inteira ou simplesmente quando somos substituídos e os sócios nos aplaudem como recompensa pelo nosso esforço.
Meus amigos, cada vez mais, nos tempos que correm, para jogar no nosso "O Elvas" é preciso amar o futebol, a nossa terra e o nosso clube.
Já agora, para ser sócio participante também. Participemos então neste final de época onde ainda temos chances.
Viva o "O Elvas" agora e sempre como no passado glorioso do clube.

Anónimo disse...

Grande Vitor Firmino (creio?), assim se fala. Muito bem os elementos da Tribo Azul e Ouro, não liguem aquelas que só pensam em destruir o nosso clube, para muitos destes é só jogo de poder, interreses, politiquices, enfim não interessam, porque os seus clubes são seguramente outros.
Sobre o clube, para o futuro penso como o Vitor, 3 ou 4 mais valias de posições chave e os restantes elementos do plantel serem não só de Elvas, porque por vezes não chega. Se o nosso Elvas é CAD (clube alentejano de desportos), procurem-se bons jogadores (e são muitos)na nossa região Alentejo, num raio de +-100 Km. muitos jogadores haverá PROCUREM-SE.
VIVA O NOSSO GRANDE O ELVAS CAD.
O MAIOR DO ALENTEJO.

OBS: Em Espanha o Bilbau já foi campeão só com jogadores bascos.

Anónimo disse...

Na assembleia geral,não comentaram o passivo verdadeiro!
O passivo de o`Elvas deve ser acrescentado de 500000euros que se deve ao sr. Manuel Mendão.
Se não foi dito pela direção aos sócios,devia,porque este numero esta na contabilidade do clube.
O que devia ser feito era negociar com o sr. Mendão um documento de quitação da divida,já que não ter esse documento implica que a divida continue,é publico que o Sr. Mendão diz não querer cobrar e que perdoava a divida ao clube,deve passar das promessas para os actos.